Come, Thou Fount of Every Blessing

Certos hinos marcam.

Comunicam bênçãos eternas. Dá prazer em cantar e em ouvir o povo de Deus exaltando o Nome Preciso e acima de todos os nomes, nos Céus e na Terra. Eles anunciam o “evangelho da graça de Deus” (At. 20.24).

Com o desejo de ampliar o conteúdo do BLOG CAVALEIRO VELOZ, dediquei atenção ao belíssimo hino Come, Thou Fount of Every Blessing. Fazia tempo que o ouvi pela primeira vez, apenas orquestrado. Mas o nome do hino falou ao meu coração, e me dizia do apelo do letrista buscando a Fonte de Toda Bênção. Neste contexto o imaginei cristão fervoroso, conhecendo em Deus o Único capaz de nos suprir de todas as bênçãos espirituais em Cristo Jesus.

Leia mais »

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
56 comentários em Come, Thou Fount of Every Blessing
 
Fatos da Escritura Profética-Parte I

A amorosa atenção de Deus está exclusivamente na “igreja de Deus…corpo de Cristo”, até o momento em que “seremos arrebatados [num abrir e fechar de olhos] para o encontro do Senhor nos ares; e, assim estaremos para sempre com o Senhor” (1 Ts. 4.17; 1 Co. 15.52). Depois deste evento, “o Soberano dos reis da terra” (Ap. 1.5) cuidará de Israel e especialmente de seu “remanescente” (Rm. 9.27), que será salvo das perseguições do Falso Messias e constituído “cabeça das nações” (Dt. 28.13; Jr. 31.7).

A “Casa de Deus que é a igreja do Deus vivo, coluna e baluarte da verdade” (1 Tm. 3.15) foi estabelecida sobre um ato inderrogável de Cristo Jesus (Mt. 16.18). Como fortaleza contra o mal, o pecado e o reino das trevas. Já fomos libertos desse poderes mediante a fé em Cristo Jesus (Rm. 5.1-3), no momento do novo nascimento (Jo. 3.3,5), como está escrito (Rm. 6.14 – ênfase nossa): “Porque o pecado não terá domínio sobre vós; pois não estais debaixo da lei, e sim da graça.

A compaixão amorosa de Deus através de Cristo Jesus foi manifesta, oferecendo  a oportunidade de reconciliação do homem com Deus. E Ele Se esforça, pelo Seu Espírito Santo, no sentido de que os pecadores urgentemente se reconciliem com Deus; e os crentes andem e continuem andando “em novidade de vida.”

Leia mais »

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
6 comentários em Fatos da Escritura Profética-Parte I
 
"A OBRA": CONSTRUINDO HERESIAS

“Levantou-me o Espírito, e ouvi por detrás de mim uma voz de grande estrondo, que, levantando-se do seu lugar, dizia: Bendita seja a glória do SENHOR.”

(Ez. 3.12)

A apostila Os Valentes da Obra assinada por Gedelti Gueiros (1) evidencia que a mentalidade (conduta) de Obra – da qual é bem difícil alguém dela ficar livre – construída ao longo do tempo, é capaz de continuamente operar na imaginação dos beatos desavisados obreiros e desencorajados pastores corrompidos pela grandiloquente heresia icemista e ainda agrilhoados ao misticismo pseudocarismático e quadragenário do sistema.

Buscar entendimento oculto das Escrituras a fim de espiritualizar expressões ou frases isoladas do contexto próximo e conteúdo geral, indo além do plano semântico da passagem, é enredar a membresia com  extravagâncias de interpretação. Método extremamente perigoso mas o preferido do mestre mor. Na alegoria ou falaciosa  espiritualização de expressões ou frases das Escrituras (leia este artigo e entenda a como a enganação funciona) a mente do intérprete não se prende às exigentes regras da Hermenêutica Bíblica.

Entenda: não há como checar o que ele interpreta; consequentemente, não merece confiança o que ele diz ser doutrina revelada ou palavra revelada. Nestes casos (alegoria ou espiritualização) o intérprete busca o pretenso sentido oculto do texto, fazendo disto o padrão único. O pior acontece, quando ele está enredado por bajuladores, falsos profetas ou pastores subalternos que o apoiam e descaradamente proclamam: Deus falou!

Evidentemente, na terra de cego quem tem um olho é caolho. Não duvide: o olhar caolho da doutrina revelada busca algo com que possa acirrar a empáfia religiosa, desacatar as Escrituras Sagradas e encantar com empulhação além do que está escrito e do jeito que está escrito. Cegos guiando cegos e o Diabo bate palmas.

Esteja atento e bem disposto para o que você vai ler, pensar e refletir.

Leia mais »

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
43 comentários em "A OBRA": CONSTRUINDO HERESIAS
 
Purifica-te, meu coração…

Como está escrito (Mt. 27.57-61):

“Caindo a tarde, veio um homem rico de Arimatéia, chamado José, que era também discípulo de Jesus. Este foi ter com Pilatos e lhe pediu o corpo de Jesus. Então, Pilatos mandou que lho fosse entregue. E José, tomando o corpo, envolveu-o num pano limpo de linho e o depositou no seu túmulo novo, que fizera abrir na rocha; e, rolando uma grande pedra para a entrada do sepulcro, se retirou. Achavam-se ali, sentadas em frente da sepultura, Maria Madalena e a outra Maria.”

Leia mais »

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
5 comentários em Purifica-te, meu coração…