A Cura é para Todos

É a vontade hoje, como nos tempos passados, curar TODOS que precisam de cura? O maior obstáculo à fé de muitas pessoas que procuram ser curadas em nossos dias é a incerteza nas suas mentes se é, ou não, a vontade de Deus curar TODAS. Quase todas sabem que Deus de fato cura algumas pessoas, mas há muito da teologia moderna que evita que o povo saiba o que a Bíblia claramente ensina – QUE HÁ PROVISÃO PARA A CURA DE TODAS.

É impossível reclamar ousadamente, pela fé, uma bênção quando não temos a certeza de Deus a ter prometido, porque se reclama as bênçãos de Deus UNICAMENTE quando se sabe a vontade dEle, quando se fia na Sua vontade e se cumpre Sua vontade. Se queremos saber o que há em um testamento, temos que ler o testamento. Se queremos saber a vontade de Deus, leiamos o que foi revelado acerca da Sua vontade. Se me dissesse uma mulher: “Meu marido que era muito rico, faleceu; agora quero saber se me legou uma coisa,” eu lhe diria: “Por que não lê o testamento para saber?”

 

A palavra “testamento”, quer dizer, realmente, a vontade de uma pessoa. A Bíblia contém o TESTAMENTO, a vontade de Deus, em que Ele nos lega todas as bênçãos da redenção; e sendo Seu último testamento, qualquer coisa mais recente é uma falsificação. Nunca se escreve outro testamento depois da morte do testador. Se a cura está no Testamento de Deus para nós, como dizer que Deus não quer curar TODAS AS PESSOAS, como consta claramente, no Seu Testamento? Seria modificar o Testamento, e isso, depois da morte do Testador. Jesus não é somente o Testador que morreu, mas Ele ressurgiu, e é também, o Mediador do Testamento. Ele é nosso Advogado. Ele não nos frauda o Testamento, como fazem alguns advogados terrestres. Ele é o nosso Representante à destra de Deus.

 

Não há maneira melhor para saber qual a VONTADE DE DEUS do que ler os Evangelhos que registram os ensinamentos e as obras de Cristo. Ele era a expressão da vontade do Pai. Sua vida era tanto uma manifestação como uma revelação do amor invariável e da vontade de Deus. Representou literalmente, para a raça adâmica, a vontade de Deus.

 

“Se for a Tua vontade”

 

Quando Jesus punha “as mãos sobre cada um deles e os curava” (Lucas 4.40), Ele revelava, representando, a VONTADE DE DEUS para TODO o povo.

 

“Eis aqui venho para fazer, ó Deus, A TUA VONTADE,” (Hebreus 10.7)

 

“Eu desci do céu, não para fazer a Minha vontade, mas a vontade dAquele que Me enviou,” (João 6.38).

 

Tudo que Jesus fazia pela humanidade necessitada, durante Seu ministério terrestre, era revelação direta da VONTADE PERFEITA DE DEUS para com a raça humana. Entende isso?

 

Diz F. F. Bosworth, no seu livro — “Christ the Healer” (Cristo que cura):

“Ninguém talvez pode ser mais conservativo do que os eruditos da Igreja Episcopal, contudo, a comissão apontada para estudar o assunto da cura espiritual para o CORPO, depois de três anos de estudo e pesquisa, tanto na história como na Bíblia, deu o seguinte resumo à igreja: “Jesus fazia as curas como uma revelação da vontade de Deus para com os homens.” Porque descobriram que Sua vontade foi plenamente revelada, acrescentaram: “A igreja não pode orar mais com aquela frase que “destrói a fé” — “Se for a Tua vontade.”

 

O evangelista Bosworth também diz: “A mensagem ensinada em todas as partes dos Evangelhos é da CURA COMPLETA, para TODOS que se chegam a Ele. Muitos hoje em dia dizem: “Creio na cura, mas não creio que seja para todos.” Se não fosse para todos, então seria possível orar a ORAÇÃO DA FÉ?”

 

Entre todos aqueles que procuraram a cura de Cristo durante Seu ministério terrestre, lemos SOMENTE DE UM que orou com as palavras: “SE QUISERES.” E este foi um pobre leproso rejeitado que não conhecia a vontade de Cristo de curar. A primeira coisa que Cristo fez foi corrigir a incerteza do leproso dizendo: “QUERO.”

 

Não é mais – “Se for a Tua vontade,” – É A VONTADE DE DEUS. O leproso de Marcos 1.40 disse: “Se queres, bem podes.” Jesus respondeu: “QUERO.” Que esse “QUERO” resolve o caso para nós para todo o sempre, que Deus QUER CURAR OS ENFERMOS. Se Ele “quer” curar UMA pessoa então “quer” CURAR TODAS. Ele “não quer que ALGUNS se percam.” Tiago diz: “Está alguém entre vós doente?” “Alguém” o inclui, se você está doente.

 

Acerca daqueles que foram mordidos pelas serpentes ardentes, está escrito que “mordendo alguma serpente a ALGUÉM, olhava para a serpente de metal, e ficava vivo.” E mesmo agora se ALGUÉM (QUEM QUISER) olhar para Cristo como REDENTOR será salvo. Todas as pessoas estão nas mesmas condições quanto aos benefícios da expiação. As palavras “todo aquele” e “quem quiser” se empregam sempre em lançar o apelo aos pecadores, e as palavras “todos,” “alguém,” e “cada um,” em lançar o apelo aos enfermos e doentes. Esses convites são sempre universais, e os resultados são sempre prometidos definitivamente:

 

“Será salvo,” “Terá vida,” “curarão,” “O Senhor o levantará,” “Curou a todos,” e “Todos os que a tocavam ficavam sãos.”

 

Os pais muitas vezes mostram preferência por um filho sobre os outros, mas Deus nunca o faz. Quando cumprimos condições iguais, recebemos igualmente. Ao cumprirmos nossa parte, Deus é sempre fiel para cumprir Sua parte, todas as vezes. Os benefícios do Calvário são PARA você. Se Deus SARAVA A TODOS, Ele ainda a TODOS SARA; isto é; todos que se chegam a Ele para serem curados. “Jesus Cristo é o mesmo ontem, e hoje, e eternamente.” (Hebreus 13.8).

 

“Acompanhou-O uma grande multidão de gente, e Ele CUROU A TODOS.” (Mateus 12.15).

 

“E TODOS os que a tocavam (a orla de Suas vestes) ficavam sãos.” (Mateus 14.36)

 

“E TODA A MULTIDÃO procurava tocar-Lhe, porque saía dEle virtude e CURAVA A TODOS.” (Lucas 6.19)

 

“E, chegada a tarde, trouxeram-Lhe muitos endemoninhados, e Ele com a Sua palavra expulsou deles os espíritos, e CUROU TODOS os que estavam enfermos; para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaías, que disse: Ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e levou as nossas doenças.” (Mateus 8.16,17)

 

Cristo continua a curar OS ENFERMOS, para continuar a cumprir as palavras do profeta: “Ele tomou sobre si as NOSSAS enfermidades, e levou as NOSSAS doenças.” Lembre-se SEMPRE que você está incluído no NOSSO de Mateus 8.17, e que Deus está obrigado por Sua aliança a continuar a SARAR TODOS que estão doentes e enfermos, para cumprir as palavras de Isaías. “Não quebrarei o meu concerto, não alterarei o que saiu dos meus lábios.” (Salmo 89.34)

 

“E ao pôr do sol, TODOS os que tinham enfermos de VÁRIAS doenças lhos traziam; e, pondo as mãos sobre CADA UM DELES, OS CURAVA.” (Lucas 4.40)

 

“Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com virtude; o qual andou CURANDO TODOS os oprimidos do diabo, porque Deus era com Ele.” (Atos 10.38)

 

A cura é para todos e deve ser pregada a todos. Filipe pregou Cristo aos samaritanos. “E as multidões unanimemente prestavam atenção ao que Filipe dizia, porque ouviam e viam os sinais que ele fazia; pois que os espíritos imundos saíam de muitos que os tinham, clamando em alta voz; e muitos paralíticos e coxos eram curados. E havia grande alegria naquela cidade.” (Atos 8.6-8). Jesus provou ser exatamente o mesmo quando Filipe O pregou. Por que não é mais nos dias de hoje para a maioria?

 

Pedro pregou Cristo, e o coxo de Atos 3 foi curado. Jesus provava ser o mesmo para Pedro. Em todo o tempo e em todo o lugar que se prega Jesus Cristo no Seu sacrifício pleno pelo pecado e doença, o resultado será a cura dos corpos doentes, tanto como a salvação das almas perdidas.

 

Paulo pregou Cristo. “E estava assentado em Listra certo varão leso dos pés, coxo desde o ventre de sua mãe, o qual nunca tinha andado. Este ouviu falar de Paulo, que, fixando nele os olhos, e vendo que tinha fé para ser curado, disse em voz alta: Levanta-te direito sobre teus pés. E ele saltou e andou.” (Atos 14.8-10). Paulo pregava o Evangelho de cura, porque o coxo recebeu fé para ser curado enquanto ouvia a mensagem de Paulo.

 

Em todo o lugar onde se prega a cura, com todos os seus benefícios para TODOS, o povo responde à Palavra pregada, tem fé para ser curado e o povo é sempre curado. Este método NUNCA FALHA. A FÉ NÃO PODE FALHAR. Quero repetir, não se pode pôr a fé em atividade quando a pessoa fica indecisa se Deus cura, ou não cura, TODOS. Se Ele não quer curar TODOS, então ficamos obrigados a vacilar, dizendo em TODOS OS CASOS: “Deus vai curar ESTA PESSOA? ou é um dos casos infelizes que Deus quer que fique a sofrer?”

 

Jamais podemos orar a ORAÇÃO DA FÉ pensando assim, entende? Permanece compreendido e estabelecido que É A VONTADE DE DEUS CURAR-ME. Tenho tanto direito à cura como ao perdão — quando CREIO.

 

Deus disse: “Eu sou o Senhor que te sara,” e se Deus o disse, e Deus não pode mentir, Ele QUERIA DIZER O QUE DISSE. O que Deus diz é verdade. Portanto, a cura é MINHA.

 

A cura é parte do Evangelho e para se pregar por “todo o mundo” e para “toda a criatura,” no plano de Deus a vigorar plenamente “até à consumação dos séculos,” ou época, (Mateus 28.20). Sendo parte do Evangelho, a bênção divina da cura física é para TODOS.

OSBORN, T.L. Curai enfermos e expulsai demônios – Graça Editora, Capítulo 2, 4ª. Ed. Encareço a atenção dos crentes em geral, especialmente dos retirantes, às lições deste livro. Download 

Se alguém disser que este livro está cheio de heresias nem se dê ao trabalho de discutir porque esse tal não demonstrará. Falou como incrédulo e muito preconceituosamente.

Leia mais

A Fé a Palavra são vencedoras

NOTAS

Acesse

https://diganaoaseita.wordpress.com/

https://www.facebook.com/CavaleiroVeloz

https://www.facebook.com/groups/retirante/

https://obramaranatarevelada.wordpress.com/

https://www.facebook.com/groups/maranatarevelada/

https://www.facebook.com/esperancadapromessa/?fref=nf

https://www.facebook.com/groups/maranatarevelada/?fref=ts

https://www.facebook.com/groups/453224961469057/?fref=ts

Aqui não é lugar para calúnias e difamações. Discutimos doutrinas e ideias.

Caso faça cópia ou transcrição dos textos publicados neste Blog. Este artigo http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/a-cura-e-para-todos/

Em nome da ética democrática, que a data original e origem da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

Escrever em CAIXA ALTA (letras maiúsculas) é deselegante. Evitem postagens fora do FOCO do artigo.

Expressões e frases em itálico aparecem em apostilas da ICM-PES.

Imagens colocadas no artigo como ilustração foram retiradas da Internet (Google) e também dos textos aqui postados, presumindo serem de domínio público. No caso que haja alguma imagem sem os créditos devidos não foi intencional; e, deste modo agradeceria em nos avisar que colocaremos os créditos.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS