Começa o julgamento dos líderes da Igreja Maranata

26/08/2014 – 21h29 – Atualizado em 26/08/2014 – 23h18
Autor: Vilmara Fernandes | vfernandes@redegazeta.com.br

Dezenove pessoas foram denunciadas por crimes como estelionato e formação de quadrilha

Foto: Nestor Muller – GZ

Suposta fraude teria sido praticada no Presbitério, sede da igreja em Vila Velha

Terá início ao meio-dia desta quinta-feira (28) o julgamento de líderes da Igreja Cristã Maranata denunciados à Justiça pelo Ministério Público Estadual por crimes de estelionato, formação de quadrilha e duplicata simulada. Dezenove pessoas teriam praticado suposto desvio de dízimo doado pelos fiéis, envolvendo uma movimentação financeira da ordem de R$ 24,8 milhões. Dentre elas, está o fundador da instituição e seu presidente Gedelti Victalino Gueiros.

Leia mais »

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
13 comentários em Começa o julgamento dos líderes da Igreja Maranata
 
O Presbitério não se sente culpado… SERÁ?

A Comunidade JÁ FUI UM MARANATA ainda está funcionando com centenas de postagens e Tópicos.

A notícia é que o ORKUT está fechando as portas em 30 de setembro de 2014 e o enorme acervo de DENÚNCIAS desta JFUM ficará indisponível ou restrito, creio eu.

Aconselho a cópia acessando o link

http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=1278527&tid=5492205450048775078

Em 10/07/2010 publiquei este COMUNICADO __ N.º 046/10 na JFUM – ORKUT

O Comunicado (desastroso, aliás) exibe episódio em que os mestres e profetas do gedeltismo (leia-se Obra como forma de vida) manipulam os maranáticos, como nesta maldição: “Por último, se alguém resolve sair do nosso meio, seja por exclusão ou por decisão pessoal, sabemos que não levará Jesus, nem o Espírito Santo, nem a Igreja Fiel, e isto serve de advertência para que ninguém se precipite.”

Leia mais »

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
23 comentários em O Presbitério não se sente culpado… SERÁ?