Não suporto agressão contra a OBRA

“Não suporto agressão contra a OBRA. Deixem pra lá… ah… tenha dó… o que vcs lucram com isto? Nasci ali, acredito na doutrina e as acusações são falsas. Se ali tudo é revelado a ordem deve ser mantida. Até a bandeira nacional manda ordem e progresso, entende? No grupo de servos (seletos) da OBRA contamos experiências que fecharia a boca de muita gente aqui hehehe. Aqui Deus fala (com dons) e entendo a palavra revelada. Bom senso CV não sou formatada! Começo a entender que vcs perderam o rumo pq quem sai da obra perde o rumo esse é a revelação eu não saio e não perco o rumo. Se Jesus estivesse aqui hoje ele jogaria denúncias no rosto das autoridades da igreja que são os ungidos de Deus? Ah… tenha dó de si mesmo, CV, se não o inferno aguarda a sua chegada… e de vcs seguidores desse bllog. Pastores são seres humanos cabíveis de erros mas não podemos tocar nos ungidos…. Pensem bem…….. vcs estão servindo de tropeço pro evangelho…”

Stela Herzliebster, enviado em 10/06/2012 as 6:16 no artigo Poder camaleônico

Stela, graça e paz em Cristo Jesus.

Agredir pessoas?! Não, minha irmã, os artigos não têm essa intenção. Não mesmo!

As DENÚNCIAS de erros doutrinários, fraudes, heresias, instigação de ódio religioso, perseguição aos retirantes, profetadas e revelagens estão ai em mais de 100 (cem) artigos e centenas de postagens insistem no mesmo sentido.

Bom-senso??? Pois o bom-senso, exatamente o bom-senso nos deu CREDIBILIDADE! Stela, estamos cansados de agressões. Acabou! Gente desesperada está fugindo do ninho.

Bom seria se V. fizesse copia do artigo, convocasse esse grupo de servos (seletos) da OBRA (expressão sua), à luz da “doutrina dos apóstolos” (At. 2.42) examinasse a argumentação apresentada no artigo e redigisse resposta.

Comecem… Peçam ajuda a alguns pastores, revissem e remetam o trabalho. Se conseguirem correta fundamentação, prometo publicar e pedir desculpas a todos. Se ai Deus fala (frase sua), confirmará o que V. diz; mas se não fala… chegou o momento de pedir perdão.

Desde que V. nasceu e se criou dentro do ninho, comece a questionar o que acontece no culto profético. Insista em perguntar. Comece questionando o clamor exigido, sem o qual o culto não é aceito diante de Deus. Essa é a doutrina revelada. Eu insisto em afirmar que a ICM-PES incorporou este MITO que começou com os papistas. Conteste o artigo.

Entenda: o mestre-mor inventou a heresia do toque das trombetas. Ele ensina e profetiza que três dessas trombetas já tocaram e a quarta trombeta vai tocar “num abrir fechar de olhos”.

Se esse absurdo já não bastasse, ele foi além ao afirmar que o anjo joga do fogo do altar – o Espírito Santo – sobre as cabeças dos homens para que recebam com alegria as intervenções de Deus. BLASFÊMIA! Há tempos insisto que ele errou, continua errando e não se arrependeu. Isto é doutrina revelada ? Não! Isto é OFENSA, pois a blasfêmia destitui a Jesus de Seu Apostolado, Messianato e Sumo Sacerdócio. Conteste o artigo.

Então, mais esta frase (sua): Se Jesus estivesse aqui hoje ele jogaria denúncias no rosto das autoridades da igreja que são os ungidos de Deus?

Minha irmã, entra no curso da História e chegue na praça do Templo Judaico em Jerusalém, na Semana da Páscoa dos Judeus, na véspera da morte do “Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo” (Jo. 1.29). Conseguiu? Gente andando e passando como de costume: cambistas, escribas, fariseus, gente do povo, guardas, herodianos, levitas, ofertantes, palacianos, sacerdotes… que agitação! E agora, olhe bem. V. consegue ver o que posso ver? Eis o Messias-Rei! Que autoridade! Ei-Lo começando a DENÚNCIA lançada no rosto dos escribas e fariseus (autoridades religiosas).

– “Na cadeira de Moisés se assentaram os escribas e fariseus. Fazei, e guardai, pois, tudo o que eles vos disserem, pois não os imiteis nas suas obras; porque dizem e não fazem. Atam fardos pesados (e difíceis e carregar] e os põe sobre os ombros do homens, entretanto eles mesmos nem com o dedo querem move-los”.

– Ele começou o discurso… e V. nem imagina as maldições em forma de “ai de vós” ! QUE DENÚNCIA!

Certamente, V. interromperia o Messias-Rei e diria:

– Ei! Jesus, pare com isso! Que coisa é essa??? V. perdeu o juízo? Os olhos fitam o seu rosto nervoso e as jugulares sinalizam o seu transtorno.

– Silêncio, mulher! V. não tem vez aqui…. Calada!!! – Alguém a recriminaria, enquanto Jesus continuaria com a denúncia pública.

– “Praticam, porém, todas as suas obras com o fim de serem vistos dos homens; pois alargam os seus filactérios e alongam as suas franjas. Amam o primeiro lugar nos banquetes e as primeiras cadeiras nas sinagogas, as saudações nas praças e o serem chamados mestres pelos homens.” – No rosto deles! Quanto Ele havia esperado por este momento…

– Jesus, estou falando… V. está agredindo as autoridades e interrompendo a ordem do templo. Isso é assunto de Obra? Passou pelo culto profético? O mestre-mor aprova esse sermão? Onde está a revelação? Tô avisando: o que aconteceu ou o que deixou de acontecer nesses quarenta anos de Obra, só Deus pode julgar… Aqueles que estão na elite são ungidos de Deus para a Obra que vem da eternidade; e em muito o ensino deles é superior ao ensino dos ignorantes da mescla religiosa.

– “Vós, porém, não sereis chamados mestres, porque um só é vosso Mestre, e vós todos sois irmãos. A ninguém sobre a terra chameis vosso pai; porque só um é vosso Pai, aquele que está nos céus.Nem sereis chamados guias, porque um só é vosso Guia, o Cristo. Mas o maior dentre vós será vosso servo. Quem a si mesmo se exaltar será humilhado; e quem a si mesmo se humilhar será exaltado.”

Então, alguns da sua denominação e partido religioso aprovariam o esforço em defesa da Obra; enquanto muitos outros meneiam as cabeças, reprovando-a. Mas V. não se daria por vencida e ainda entusiasmada com a falta de bom-senso apelaria à multidão:

– Olhem! Esse caído da Obra ofende os ungidos. Com certeza as autoridades dessa Obra vão mandá-lo pra cadeia onde ficará até que pague a dívida. Prendam-no! Processem esse querelante e os que lhe dão apoio. Pois tem criticado ou falado mal da Obra de Deus e dos nossos irmãos.

Mas o Messias-Rei não lhe daria atenção e finalizaria o seu último discurso público conforme registrado por Mateus:

Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque fechais o reino dos céus diante dos homens; pois vós não entrais, nem deixais entrar os que estão entrando!

Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque devorais as casas das viúvas e, para o justificar, fazeis longas orações; por isso, sofrereis juízo muito mais severo!

Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque rodeais o mar e a terra para fazer um prosélito; e, uma vez feito, o tornais filho do inferno duas vezes mais do que vós!

Ai de vós, guias cegos, que dizeis: Quem jurar pelo santuário, isso é nada; mas, se alguém jurar pelo ouro do santuário, fica obrigado pelo que jurou! Insensatos e cegos! Pois qual é maior: o ouro ou o santuário que santifica o ouro? E dizeis: Quem jurar pelo altar, isso é nada; quem, porém, jurar pela oferta que está sobre o altar fica obrigado pelo que jurou. Cegos! Pois qual é maior: a oferta ou o altar que santifica a oferta? Portanto, quem jurar pelo altar jura por ele e por tudo o que sobre ele está. Quem jurar pelo santuário jura por ele e por aquele que nele habita; e quem jurar pelo céu jura pelo trono de Deus e por aquele que no trono está sentado.

Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho e tendes negligenciado os preceitos mais importantes da Lei: a justiça, a misericórdia e a fé; devíeis, porém, fazer estas coisas, sem omitir aquelas! Guias cegos, que coais o mosquito e engolis o camelo!

Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque limpais o exterior do copo e do prato, mas estes, por dentro, estão cheios de rapina e intemperança! Fariseu cego, limpa primeiro o interior do copo, para que também o seu exterior fique limpo!

Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque sois semelhantes aos sepulcros caiados, que, por fora, se mostram belos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda imundícia! Assim também vós exteriormente pareceis justos aos homens, mas, por dentro, estais cheios de hipocrisia e de iniqüidade.

Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque edificais os sepulcros dos profetas, adornais os túmulos dos justos e dizeis: Se tivéssemos vivido nos dias de nossos pais, não teríamos sido seus cúmplices no sangue dos profetas! Assim, contra vós mesmos, testificais que sois filhos dos que mataram os profetas. Enchei vós, pois, a medida de vossos pais.

Serpentes, raça de víboras! Como escapareis da condenação do inferno?

Por isso, eis que eu vos envio profetas, sábios e escribas. A uns matareis e crucificareis; a outros açoitareis nas vossas sinagogas e perseguireis de cidade em cidade; para que sobre vós recaia todo o sangue justo derramado sobre a terra, desde o sangue do justo Abel até ao sangue de Zacarias, filho de Baraquias, a quem matastes entre o santuário e o altar.

Em verdade vos digo que todas estas coisas hão de vir sobre a presente geração.

Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas os que te foram enviados! Quantas vezes quis eu reunir os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintinhos debaixo das asas, e vós não o quisestes! Eis que a vossa casa vos ficará deserta. Declaro-vos, pois, que, desde agora, já não me vereis, até que venhais a dizer: Bendito o que vem em nome do Senhor!”

Stela, pense nisto…

Com amor.

A imagem foi extraída do Google parecendo ser de domínio público. Autorizo a cópia, com citação da fonte, conservando o mesmo título  http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/nao-suporto-agressao-contraa-obra/  desde que não seja para fins comerciais. Direitos autorais registrados.

CV.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS