Não se espantem, nem tenham medo.

“Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.” João 16.33

Resultado de imagem para seca-se a erva

 

Amados irmãos em Cristo Jesus, o Messias Plenipotenciário, à verdade do Novo Testamento e à si mesmos façam um favor: descartem as falas de gente que posta vídeos na Internet e no Youtube falando da “Volta de Jesus” com afirmações e frases fora doo contexto e fora do teor geral das Escrituras Sagradas. Confusão na certa.

Aparecem erros de falsos mestres e de falsos profetas, a cada dia. E, para evitarem desapontamentos, aprendam a discernir as heresias dos discípulos de : a) Allan Kardek (espiritismo); b) Ellen G. White (adventistas); c) Joseph Smith (mórmons); d) Russel e Ruterford (testemunhas de Jeová), entre outras.

Às vezes aparecem indivíduos (homens e mulheres) bem intencionados; mas iludidos por falsos mestres oferecendo o pão bolorento de seus mestres. Alguns desses corrompidos com falsos ensinos caminham de porta em porta entregando folhetos, livretos e porções de seus editores sectários. Estes são os mensageiros do “outro evangelho” do qual já estamos avisados.

Existem aqueloutros sem adequada formação doutrinária e teológica, mas presos às antigas heresias confirmadas por falso profetismo dizendo: as três primeiras trombetas já tocaram e a igreja fiel vai ser arrebatada ao ressoar da quarta trombeta. Este é o ensino equivocado imposto pelo mestre-profeta da Maranata. Isto NÃO TEM BASE BÍBLICA e funciona como mensagens subliminares na mente do indouto.

Como era de se esperar, o Vaticano insiste em reunir o catolicismo (idólatra), o cristianismo (apóstata), o judaísmo (incrédulo), o islamismo (fundamentalista e incoerente que insiste em empurrar Israel para o mar), o protestantismo (em crise pela perda do referencial) e as demais religiões tendo o Papa como cabeça da Religião Unida. Essa ideia aparentemente louca deixa um recado de Roma: nós podemos fazer isso a hora que quisermos. E haja heresia nesse ninho de cobras para justificar a vinda do Cristo da Nova Era, o Grande Homem.

O fim de “o princípio das dores” (Mateus 24.8) está previsto (24. 15-28 e refs.) como o circuito de acontecimentos preparatórios para a “grande (tamanha) tribulação”. Este é o assunto do impressionante Sermão Profético (Marcos 13, Mateus 24 e 25) e Lucas (21). O Messias Jesus deixou claro que, como a mulher que está para dar a luz (João 16.21), o “princípio das dores” daria lugar às “dores de fato”.

Pelo visto, uns e outros espalham os erros de seus falsos mestres, ignorando o mal que fazem para si mesmos e aos seus; mas obedientes à procura de discípulos.

Portanto, para certeza do “evangelho da graça de Deus, poder de Deus e sabedoria de Deus”, consolo dos crentes e o bem estar dos que estão em Cristo; e no resguardo da esperança em Cristo, façam cópia, compartilhem, distribuem, redirecionem os textos que seguem, livrando alguns que estão na dúvida e presas fáceis de doutrinas de homens e de ensinos de demônios naqueles que JÁ tem as mentes CAUTERIZADAS e RESISTEM AO EVANGELHO.

I –        Antes de sua paixão e morte Jesus prometeu:

“Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim.

Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar.

E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.”

João 14:1-3

II         Ele confinou esclarecimentos ao apóstolo Paulo sobre este assunto:

“E esperar dos céus o seu Filho, a quem ressuscitou dentre os mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira [de Deus] vindoura.”

1 Tessalonicenses 1:10

“Porque Deus não nos destinou para a ira [de Deus, vindoura], mas para a aquisição da salvação, por nosso Senhor Jesus Cristo, que morreu por nós, para que, quer vigiemos, quer durmamos, vivamos juntamente com ele. Por isso exortai-vos uns aos outros, e edificai-vos uns aos outros, como também o fazeis.”

1 Tessalonicenses 5:9-11

“E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.”

1 Tessalonicenses 5:23

Aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Senhor Jesus Cristo; o qual se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniquidade, e purificar para si um povo seu especial, zeloso de boas obras.

Fala disto, e exorta e repreende com toda a autoridade. Ninguém te despreze.

Tito 2:13-15

Podemos perceber os prelúdios de grandes sinais de enganação, sinais de feitiçaria e para-normalidade temores, terrores e vitupérios; mas o que permanecer em Cristo não teme mortandade que assola ao meio dia, nem os terrores noturnos. Salmo 91.

Resultado de imagem para mentirasPortanto, não tenham medo do noticioso espalhado pela Internet e em blogs e comunidades de redes sociais. Fixem o olhar nas promessas que nos foram dadas graciosamente.

Por último, como auxílio e fonte de informações, estudem os artigos deste Blog, conferindo com as Escrituras Sagradas o que está exposto. No caso de dúvidas estamos à disposição dos amados irmãos.

Entenda o arrebatamento da “igreja de Deus… corpo de Cristo”.

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/02/arrebatamento-ja/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2010/01/a-ultima-chamada/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/02/fico-com-as-escrituras/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2010/05/a-quarta-trombeta-soara/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2010/02/a-chave-de-toda-profecia/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2010/03/o-desastre-da-heresia-icemita/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2010/05/nada-a-ver-com-o-arrebatamento/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/10/fatos-da-escritura-profetica-parte-i/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/o-lago-de-fogo-eterno-esta-preparado/

Existem outros…

“O SENHOR é minha bandeira.”

CV.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
1 comentário em Não se espantem, nem tenham medo.
 
Ouve, te peço, a voz do SENHOR.

“Já está posto o machado à raiz das árvores; toda árvore, pois, que não produz bom fruto, é cortada e lançada ao fogo.” (Mt 3.10).

Chegara a hora para o Reino de Judá. Dias difíceis nos últimos 40 anos de sua história. Jeremias profetizara que ninguém poderia se salvar das mãos dos babilônios, que não usariam de misericórdia contra rebeldes e sediciosos; mas sobreviveria, apenas, quem se entregasse nas mãos dos caldeus, voluntariamente. Infelizmente, o povo dava ouvidos aos falsos profetas, era duro de coração, murmurador e rebelde (Jr 6.22-30). E para piorar, ao longo de seu reinado o rei Zedequias demonstrou falta de caráter, falta de fé em Deus, fraqueza moral, medo de ser desprezado, o que significa: orgulho político-religioso.

Conspiravam contra Jeremias que os avisava da parte do SENHOR (11.18-12.6). Por mais que Jeremias insistisse em pronto retorno ao SENHOR não havia arrependimento.

Dói no âmago do coração o clamor de Jeremias: “Então, disse eu: Ah! Senhor JEOVÁ, eis que os profetas lhes dizem: Não vereis espada, e não tereis fome; antes, vos darei paz verdadeira neste lugar.”

“E disse-me o SENHOR: Os profetas profetizam falsamente em meu nome; nunca os enviei, nem lhe dei ordem, nem lhes falei; visão falsa, e adivinhação, e vaidade, e o engano do seu coração são o que eles vos profetizam. Portanto, assim diz o SENHOR acerca dos profetas que profetizam em meu nome, sem que eu os tenha mandado, e dizem que nem espada, nem fome haverá nesta terra: À espada e à fome serão consumidos esses profetas. E o povo a quem eles profetizam será lançado nas ruas de Jerusalém, por causa da fome e da espada; e não haverá quem enterre as suas mulheres, e os seus filhos, e as suas filhas; assim derramarei sobre eles a sua maldade.” (vs. 13-16)

Envolvido em apostasia, avareza, idolatria, imoralidade e injustiça social assim estava o povo. Os príncipes insistiam em prender quem profetizasse o que eles não queriam ouvir e perseguiam quem os questionasse. Jerusalém foi chamada de a cidade sanguinária.

“Entre os profetas de Samaria bem vi eu vi algo repugnante: Eles profetizaram da parte de Baal e desviaram Israel, o meu povo. Mas nos profetas de Jerusalém vejo uma coisa horrenda: cometem adultérios e andam com falsidade e esforçam as mãos dos malfeitores para que nenhum deles se converta de sua impiedade; eles tem se tornado para mim como Sodoma; o povo de Jerusalém é como Gomorra. Assim diz o SENHOR dos Exércitos acerca dos profetas: Eu que lhes darei a comer comida amarga e beber água envenenada, porque dos profetas de Jerusalém a impiedade se espalhou por toda esta terra.” Jr 23.13-15

Ezequiel, contemporâneo de Jeremias, compara os habitantes de Jerusalém a uma videira que não dá frutos; por isso mesmo é inútil e só serve para ser queimada (15.1-8). Ele escreve contra eles (22.1,2): “E veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo: Tu, pois, ó filho do homem, julgarás, julgarás a cidade sanguinária? Faze-lhe conhecer, pois, todas as suas abominações.” Cidade sanguinária é a sentença (cp. 24.6; 16.6) a exigir juízo justo e terrível.

Então chegou o cerco. Esse rei Zedequias acreditava na mensagem de Jeremias, mas o medo da influência dos príncipes impediu-o de firmemente obedecer ao que Jeremias lhe falou da parte do SENHOR (38.17):

“Assim diz do SENHOR, Deus dos Exércitos, Deus de Israel: Se voluntariamente, saíres, aos príncipes do rei da Babilônia, então viverá a tua alma e esta cidade não será queimada, e viverás tu e a tua casa.”

Mas qual a resposta do rei? (v. 19): “Receio-me dos judeus que se passaram para os caldeus; que me entreguem nas suas mãos e escarneçam de mim”.

Não foi outra a insistência do profeta (v. 20): “Disse Jeremias: Não te entregarão; ouve, te peço, a voz do SENHOR, conforme a qual eu te falo; e bem te irá, e viverá a tua alma.”

O cerco dos babilônios contra Jerusalém durou, aproximadamente, dezoito meses. Cidade amedrontada, desesperada, doente, insone, isolada e privada de recursos: fome e sede severas. Então, “… aos nove do mês se fez a brecha na cidade e entraram todos os príncipes do rei da Babilônia.” O 9 de Av, o dia do pecado dos espiões e a destruição tanto do primeiro quanto do segundo Templos em Jerusalém, é dia de amargas lembranças para Israel.

O desobediente e incrédulo cometeu loucura: “Zedequias e todos os homens de guerra fugiram de noite e saíram da cidade pelo caminho do jardim do rei… mas o exército dos caldeus os perseguiu e alcançaram Zedequias nas campinas de Jericó e o prenderam.” Levado preso à presença do rei Nabucodonosor este matou seus filhos diante de seus olhos e matou todos os nobres de Judá. (39.1-18)

“E arrancou os olhos a Zedequias e o atou com duas cadeias de bronze para leva-lo à Babilônia. E os caldeus queimaram a casa do rei e as casas do povo e derribaram os muros de Jerusalém.” (52.1-34). Como Jeremias havia profetizado as deportações aconteceram em 597 a.C., 586 a.C. e 582 a.C.

O mau rei Zedequias recusou ouvir os avisos do profeta Jeremias, não convocou os sacerdotes para o arrependimento, e permitiu que os príncipes causassem grandes sofrimentos a Jeremias (ainda que pressionado, deu ordens para tirar o profeta do fundo do poço onde estava atolado na lama).

O mau rei Zedequias trouxe vergonha sobre si mesmo e ruína à nação. Lamentavelmente, apesar dos avisos reiterados, os pecados deles – da elite governante e do povo – causaram desolação, destruição, dores, morte, perdas, sofrimentos e tristezas.

O Novo Testamento se abre com o SENHOR lhes enviando João Batista com advertência solene: o tempo estava se esgotando para Israel (Mt. 3.10): “Já está posto o machado à raiz das árvores e toda árvore, pois, que não produz bom fruto é cortada e lançada no fogo.” Não deu outra: ele foi morto na cidade sanguinária. Por último lhes enviou o Filho, o Messias de Deus. Mas o que Jesus encontrou, foi ameaça de morte e dura oposição dos líderes político-religiosos do povo, negando sua doutrina e por último rejeitando-O, publicamente diante do procurador romano. A cidade sanguinária queria sangue, agora o sangue do Cordeiro de Deus (Jo 1.29). Então, Ele foi carregando o madeiro e levado ao Calvário pelas mãos dos ímpios e dos religiosos. João Batista e Jesus, ambos clamaram urgentemente por mudança de coração (Mt 3.2; 4.17). Pagaram o preço!

O que se observa nos nossos dias, entre os que se dizem membros de igrejas, é que muitas pessoas se recusam a endireitar seus caminhos, a ouvir a Voz de Deus nas Escrituras, e a praticar o bem segundo a ética do Novo Testamento. Apesar de estarem cientes de que seus atos atrairão sobre si mesmos o castigo divino, e calamidade sobre os outros.

Os que se dizente crentes e ou discípulos de Jesus devem compreender a admoestação de Cristo exigindo boas obras que demonstrem o comprometimento com o Reino de Deus. Frutos de arrependimento (Mc. 1. 15) e fé do princípio ao fim (Rm 1.17) é o que deles se espera. Não duvide: aqueles que não permanecem em Cristo, nem dão fruto, serão cortados e lançados no fogo (Jo 15.1-7).

Quão solene o apelo de Jesus (Jo 14.23,24):

“Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada. Quem não me ama não guarda as minhas palavras; ora, a palavra que ouvistes não é minha, mas do Pai que me enviou.”

Leia mais

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2014/01/entrelaces/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2016/05/farsa-e-perplexidade/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/apelo-a-justica-de-deus-contra-os-malfeitores/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2017/03/a-miseria-e-a-grandeza-dos-profetas/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2016/08/culto-profetico-mentiras-e-opressao/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2017/01/arrependei-vos-e-crede-no-evangelho/ 

NOTAS

Acessem

https://diganaoaseita.wordpress.com/

https://www.facebook.com/CavaleiroVeloz

https://www.facebook.com/groups/retirante/

https://obramaranatarevelada.wordpress.com/

https://www.facebook.com/groups/maranatarevelada/

https://www.facebook.com/esperancadapromessa/?fref=nf

https://www.facebook.com/groups/maranatarevelada/?fref=ts

https://www.facebook.com/groups/453224961469057/?fref=ts

Aqui não é lugar para calúnias e difamações. Discutimos doutrinas e ideias.

Compartilhem http://cavaleiroveloz.com.br/

Este artigo http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2017/03/ouve-te-peco-a-voz-do-senhor/

Evite escrever em CAIXA ALTA (letras maiúsculas) por ser deselegante. Evitem postagens fora do FOCO do artigo.

Imagens colocadas no artigo como ilustração foram retiradas da Internet (Google) e/ou dos textos aqui postados, presumindo serem de domínio público. No caso que haja alguma imagem sem os créditos devidos não foi intencional; e, deste modo agradeceria em nos avisar que colocaremos os créditos.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
1 comentário em Ouve, te peço, a voz do SENHOR.
 
A miséria e a grandeza dos profetas

 Ao denunciarmos que a falsa unção gera o falso batismo com o Espírito Santo (com base em clamor, consulta e ensino errado nos seminários da Obra), aparecem fackes idiotizados, instigados com ódio religioso , por exemplo,  José com lanças e pedras.

Assunto constante neste Blog é o falso profetismo. Centenas de depoimentos de ex-maranatas presos ao sistema (e alguns confessam que inventavam dons nos cultos proféticos. Famílias desfeitas, prejuízos profissionais, profetadas de milagres e sonhos que se foram… sem volta. Leia mais »

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
4 comentários em A miséria e a grandeza dos profetas
 
A letra deste hino me faz pensar…

Oração a Jesus

Cantado pela congregação na Catedral Evangélica de São Paulo em 27.02.2011.  Letra de James Theodore Houston (1847-1929) com música de John W. Clancy (1844-1909). Consta na Hinódia Cristã. Link do Youtube compartilhado 

Confesso que ao ouvir a congregação cantando me lembrei dos irmãos que decidiram se organizar em denominação evangélica fora dos escândalos havidos na Maranata; e, infelizmente, nem foram curados do gedeltismo, agora certos líderes os encurralaram na influência do Judaísmo que nega Jesus, o Cristo.

Curar as feridas do povo é o alvo do “evangelho da graça de Deus… poder de Deus e sabedoria de Deus”. Deus não é de confusão. Lembrem-se das consequências desagradáveis em misturar o santo com o profano.

Leia mais »

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
4 comentários em A letra deste hino me faz pensar…