Perdoai-vos mutuamente…

“E, quando estiverdes orando,

se tendes alguma coisa contra alguém,

perdoai,

para que vosso Pai celestial vos perdoe as vossas ofensas.”

Mc. 11.25

  A falsa unção é característica da espiritualidade fomentada no gedeltismo (leia-se: ideologia Obra como forma de vida).

Debaixo de jugo desigual, presos a doutrinas de homens, profetadas e revelagens, ficamos intoxicados com heresias, instigação do ódio religioso, meias verdades e mitos religiosos. Nesse ambiente de hipocrisia aprendemos a agradar a homens e a desrespeitar as Escrituras.

Dentro das cercas de arames farpados e muros da antiga prisão andávamos em círculos, com améns para meias verdades, mentiras, mitos religiosos, palhaçadas, piadas de mau gosto, profetadas e revelagens nos seminários nos Manaains.

Nem  evangélica, nem pentecostal, nem protestante. Difícil aceitar esta declaração; mas a ICM-PES é a igreja-do-jeito-que-Gedelti-quer. E de desestruturação familiar dá pena falar… Escutem! Nossas crianças estão sendo traídas. Nossos filhos foram traídos!

Nesse contexto de esquizofrenia religiosa o gedeltismo nos deixou amantes de nós mesmos, cegos, discriminadores, formatados, instigados pelo ódio, intolerantes, manipuláveis, obtusos, orgulhosos e preconceituosos.

Nesse enquadre, aquele que se dispuser a denunciar erros, fraudes e meias verdades do gedeltismo não pode ter pena de si mesmo. Enquanto combater a autodefesa, a avareza incontrolável, a dissimulação, as heresias e as maranacutaias palacianas haverá de chorar gemidos e lágrimas dos sofredores. Isto é ministério em amor sem esperar recompensas

O gedeltismo implodiu a denominação eclesiástica que ele criou para se auto afirmar (e conta vantagens!).

O ódio religioso ainda é inflamado pelos dominadores de rebanhos com o mesmo princípio: espada em nome de Deus e morte aos infiéis (o autor dos artigos do Blog é alvo desse tipo de ameaça). Mostrem-me uma Circular do Presbitério condenando os formatados icemistas (seguidores da seita) por criarem blogs de conteúdo caluniador, difamatório, hostil, injurioso, odioso e pernicioso, contra aqueles que não mais frequentam os cultos da ICM. Mostrem-me uma só… Não existe!

O “outro evangelho” nos escravizou à apostasia, à cumplicidade e à espiritualidade pseudocarismática. Os frutos podres logo apareceram porque a falsa unção mata! O gedeltismo nos traiu e os icemistas foram empurrados para o beco sem saída.

Onde a linguagem do não-pensamento encontrou alicerces para enganar e expandir a imaginação para erros em cima de erros, cresceu o farisaísmo da hierarquia religiosa. Insisto: leiam e meditem nos argumentos deste artigo para entenderem o que aconteceu na fermentação do falso profetismo. Quanto erro! Que maldade a nossa!

  Os artigos deste Blog-Ministério nos despertam para o ensino de JESUS quanto à lavagem diária  dos pés. A esse respeito o apóstolo Pedro foi advertido firme e solenemente.

Os retirantes dessa ideologia espúria estão descobrindo que a liberdade em Cristo é algo excelente; coisa que os crentes em Jesus conhecem há séculos.

Por conseguinte, o despertar para a realidade nos força ao arrependimento para a prática de boas obras. Esse mover do Espírito de Cristo inclui PEDIR PERDÃO a quem houvermos ofendido e a PERDOARMOS os ofensores. Neste sentido o SITE apela ao exercício de PERDOAR e estarmos prontos ao ato de PEDIR PERDÃO. Já falei sobre este assunto e cobro de mim mesmo, em primeiro lugar.

Porquanto está escrito (Cl. 3.13-14):

 “Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente, caso alguém tenha motivo de queixa contra outrem. Assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai vós; acima de tudo isto, porém, esteja o amor, que é o vínculo da perfeição.”

Resta lembrar, por exemplo, que a atitude do amado irmão Pr. Eduardo é de cristão sincero. E mais: ele abriu mão do sigilo de e-mail, pediu que publicasse e os telefones, inclusive. Prova de que não quer se ocultar e nem fazer do SITE um campo de batalhas pessoais.

Retirantes, sejam firmes nas promessas de Deus.

CV. “O SENHOR é minha bandeira.”

NOTAS

Acompanhe em

https://www.facebook.com/CavaleiroVeloz?fref=ts

https://www.facebook.com/velozcavaleiro?fref=ts

https://www.facebook.com/groups/retirante/?fref=ts

Aqui não é lugar para calúnias e difamações. Discutimos doutrinas, heresias e ideias à luz das Doutrinas Fundamentais como um dos capítulos da Teologia.

Atualização em 29.06.2014 às 11:25.

Caso faça cópia ou transcrição dos textos publicados mencione a fonte. Este artigo http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/perdoai-vos-mutuamente/

Em nome da ética democrática, que a data original e origem da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

Escrever em CAIXA ALTA (letras maiúsculas) é deselegante. Evitem postagens fora do FOCO do artigo.

Imagens colocadas nos artigos como ilustração foram retiradas da Internet (Google) e também dos textos aqui postados, presumindo serem de domínio público. No caso que haja alguma imagem sem os créditos devidos não foi intencional; e, deste modo agradeceria em nos avisar que colocaremos os créditos.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS