Dominadores do rebanho de Deus

A partir do Decreto Messiânico que determina o início do “tempo do fim” (Dn. 8.37; 11.35,40; 12.4,9 cf. Mc. 1.15), a Grande Mensagem Salvadora declara que a convocação divina é individual, insistindo em que os convidados imediatamente ingressem na “família de Deus” (Ef. 2.19-22) a fim de serem “feitos filhos de Deus” (Jo. 1.12), “herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo” (Rm. 8.17), justificados e nascidos de novo (Jo. 3.3,5) “mediante a fé em Cristo Jesus” (Gl. 2.15,16; 3.26-29; Rm. 5.1).

Ademais, exige-se de quem crer (exercer fé) em Jesus, o Cristo Ressuscitado, o ardente batismo com o Espírito Santo (Mc. 1.8; At. 1.5,8; 2.1-4 etc.) para o testemunho eficaz a favor de Jesus, o Messias de Deus. Esta entrada na “igreja do Deus vivo, coluna e baluarte da verdade” (1 Tm. 3.15) definitivamente importa em comprometimento com o Reino de Deus; porquanto, o  instante da última chamada para a “igreja de Deus… corpo de Cristo” é exclusivo, iminente, indivisível e misteriosamente preservado em segredos.

No entanto, falsos mestres influenciaram algumas igrejas com doutrinas erradas, heresias gnósticas e “rudimentos do mundo”, motivando o apóstolo Paulo na elaboração das Epístolas aos Gálatas, aos Coríntios e aos Colossenses, especialmente. Nestes escritos o apóstolo denuncia e enfrenta os erros dos falsos mestres, esforçando-se para confirmar na fé em Jesus aqueles que não se desviaram.

O que fazer quando observamos os mesmos erros nos dias de hoje?

Leia mais »

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
76 comentários em Dominadores do rebanho de Deus
 
Percebendo o Mal e conseguindo a Vitória

  A intenção dos inimigos de seu povo espalhava a notícia da hora da covardia, dissimulação de intenções, expropriação de bens, matança e zombaria. A ordem era para ser cumprida e sem direito de defesa. Matança! Nada de piedade!

Certa mulher de berço discriminado e humilde, judia de nascimento, chamada Hadassa (Murta), com a graça e misericórdia de Deus fortaleceu-se para promover um grande livramento da população.

Chegando à posição de esposa de Assuero (nome hebraico de Xerxes, o rei da Pérsia que reinou de 485-465 a.C.), Hadassa aparece como Ester (Estrela). Desde o momento em que a armação diabólica para destruição dos judeus chegou ao seu conhecimento, assim como o sol nasce e resplandece, Ester levantou-se contra Hamã…

Leia mais »

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
6 comentários em Percebendo o Mal e conseguindo a Vitória