Ministério acima dos dons?!

Quanto a ministério estar acima dos dons, como defende a maranata, posso afirmar que foi o fato de me submeter à esta gigantesca heresia que trouxe para mim antes de mais nada a desobediência a Deus, e depois destruição, choro, separação e tristeza que pareceu nunca ter fim dentro da minha família. Antes de passar por tudo isto, eu havia pedido direção a Deus e não ia arredar o pé antes dEle falar comigo sobre o que fazer.

Parecia que a resposta nunca viria, e eu já estava me pacificando quanto a isto quando a resposta veio que sim, era hora de fazer e frisou nos 3 dons sobre a urgência de que fosse feito, e veio através de servos diferentes com requinte de detalhes tais que bateu profundamente com o que eu vivia e orava. Mas… o pastor disse NÃO. Disse que não era o momento. Que eu tinha que esperar X, Y e Z situações acontecerem para DEPOIS de tudo isto, a hora de fazer cumprir o “sim” do Senhor ter efeito na minha vida.

Por anos eu culpei tão-somente ao pastor por me dar direção errada, mas depois de muito lamentar eu entendi que quem tem que tomar as rédeas da minha vida sou eu mesma. A comunhão que eu tenho que ter com Deus é através de mim mesma. A resposta ou confirmação sobre o que eu pergunto a Deus tem que ser entre Ele e eu mesma, até porque a responsabilidade da minha salvação é MINHA mesma! Por mais que um lobo travestido de pastor seja culpado e ele é, isto não anula, não me isenta, não me faz inocente por eu negligenciar o que Deus me falou para e quando fazer, e eu preferir obedecer ao mando do homem!

Não caiam nesta, irmãos!! Isto é a mais pura forma de manipulação da vida alheia, alguém colocar a si mesmo ou a seu ministério (que acaba sendo ele mesmo) acima dos dons que o Senhor concede a Seus filhos! Fujam disto!! Analisem racionalmente e dê a Deus um culto racional (sim, culto com lógica, usando a razão!!) como disse Paulo em Romanos 12:1. Porque se estamos entregando nosso corpo em um sacrifício vivo, santo e agradável ao ego dos homens, este sacrifício não chega a Deus, e se nossas decisões são sem pensar, se agimos por instinto, se agimos por costume, se agimos porque todos os demais agem assim, isto será na verdade um agir como agem os animais, isto será entregar um sacrifício IRRACIONAL, sem usar a razão, sem questionar os porquês disto e daquilo, coisa que a maranata tem VERDADEIRO HORROR!! Não querem que os membros pensem, raciocinem, usem a lógica, questionem… porque se as ovelhas irracionais passarem a entregar os corpos em sacrificio vivo, santo e agradável A DEUS e NÃO AOS HOMENS, estes lobos serão prontamente desmascarados (como estão sendo) e não poderão mais arrancar o couro das ovelhas que raciocinam, que pensam e que questionam, porque passamos a considerar o falar de Deus conosco e não mais o falar do homem!

O ser humano, qualquer que seja, de qualquer tamanho, classe, idioma ou cor, este merece o nosso respeito, mas não o nosso culto, porque somos CONSERVOS uns para com os outros, isto é, servimos o mesmo servir ao nosso soberano Deus, o que em outras palavras quer dizer, que temos todos as mesmas funções no reino de Deus, e que estamos no mesmo patamar hierárquico, que não há servos vips, servos sub-vips como há dentro da maranata onde muitos pastores se posicionarem acima do rebanho, querem as honrarias, a obediência cega e muda, querem nos ver curvando perante a vontade deles. Se abrirmos o entendimento vamos lembrar de João escrevendo a visão que teve em Apocalipse, depois de todas as coisas passadas ele pode contemplar a glória do porvir, e no capitulo 19, verso 10 ele não se contém e cai aos pés do anjo para o adorar, mas o anjo lhe diz de imediato:

<strong>Então me lancei a seus pés para adorá-lo, mas ele me disse: Olha, não faças tal: sou conservo teu e de teus irmãos, que têm o testemunho de Jesus; adora a Deus; pois o testemunho de Jesus é o espírito da profecia.</strong>

E ainda uma outra vez João foi impulsionado a agir da mesma forma perante o anjo querendo adorá-lo, e ele mais uma vez ensina a João a quem adorar em Apocalipse 22:8,9:

<strong>Eu, João, sou o que ouvi e vi estas coisas. E quando as ouvi e vi, prostrei-me aos pés do anjo que mas mostrava, para o adorar. Mas ele me disse: Olha, não faças tal; porque eu sou conservo teu e de teus irmãos, os profetas, e dos que guardam as palavras deste livro. Adora a Deus.</strong>

Mas os pastores da Maranata ao contrário dos anjos, em sua maioria (claro, há exceções) adoram que as ovelhas os adorem, que se prostrem aos seus pés, que levem a eles os pormenores de suas vidas para que possam decidir pelas ovelhas: com quem namorar, casar, onde ir, onde trabalhar, se devem viajar ou não, se devem estudar ou não, e por aí afora… Ou eu estou exagerando???

CONSERVO é uma palavra que nunca mereceu atenção dentro da Icm nos anos e anos que passei lá. Ensinar que somos todos conservos, é tirar o foco da hierarquia inventada pelo homem de uns sobre os outros, e focar a atenção na pessoa certa para atrair nossa adoração e obediência incondicionais, que é o Senhor somente, nada mais nem nada menos, porque é o Senhor a nossa bússola a indicar o caminho a seguir, e não homem algum! Só Ele nos basta!

Não torne-se maldito como muitos de nós nos tornamos!

<strong>“Assim diz o SENHOR: Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do SENHOR!” </strong>(Jeremias 17:5)

Muitos vão interpretar este “apartar do Senhor” com desviar, ir para o mundão e pecar sem limites… Mas está além disto. Significa trocar a confiança que tem que haver em Deus, por confiança em homem. Releia o versículo e o interprete de forma racional, de forma lógica e verá que sempre esteve diante de nós na Palavra sobre o que fazer e o que não fazer, e escutar o homem dizer que o ministério está acima dos dons está incluído no rol de coisas que não devemos fazer, não há lógica nisto, se houvesse lógica, seria o homem quem salvaria uns aos outros, não haveria razão (outra vez a TEMIDA razão!) para que Jesus se entregasse para morrer morte de cruz, pq estaria nas mãos do homem decidir sobre a vida uns dos outros, e não é nada disto! Ou é??

Eu acreditei estar entregando todo o meu ser a Deus obedecendo sem questionar ao homem pastor, porque eu julgava que estes pastores estavam acima de mim, que tinham privilégios acima de mim, do mesmo modo que João se atirou aos pés do anjo por achar que o anjo estava acima dele e por isto merecia que se prostrasse aos pés do anjo, mas veja só, o anjo não aceitou esta adoração!!! Ensinou que é nosso conservo, servo do mesmo Deus, junto de nós, adorando e obedecendo a Deus como nós… e que só A Deus o apóstolo João adorasse! E os pastores da maranata lá, todos posudos decidindo sobre a vida alheia: faz isto, não faz aquilo… e ainda amedrontam o povo afirmando: foi o senhor que revelou… mas que senhor é este? Um com o “s” minúsculo, por certo!

Ministério acima dos dons??? Sáia disto povo de Deus!! E não se envergonhe de ter agido errado até aqui, porque João com toda experiência dele, também agiu errado, só que aprendeu o que o anjo ensinou e acertou as arestas da fé em Deus.

Maria (CV de saias)

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS