Be happy

In 2010, I was in a meeting led by gg, who said, as usual, he had no other place to go if he truly wanted to be in “the work of the Spirit.”

I used to think the same way and parrot those same words just like him.

In fact, for almost thirty years I was led to believe that no reason or purpose existed outside the confines of icm.

But when I was confronted with the hard facts about icm in 2011, I struggled with the idea of leaving it, because I thought, at first, I would be turning my back on God’s will.

I believed icm was virtually the only hope I had of entering the Kingdom of God.

I was tempted to feel like a failure and didn’t think i would have enough strength to break away from the system on my own.

Even though I felt lonely at the time, I knew I was not alone.

I was sad at first, but the BLOG helped me to understand the contradictions, lies, and methods of control used to make people feel bad about leaving icm.

Today, after almost two years, I’m no longer sad about leaving icm. In fact, I feel blessed and happy about it.

Leaving icm meant new possibilities and a new beginning to me in Christ.

If gg, and many others who still think like him, would have read CV’s BLOG and learned how to escape icm’s clutches, like I did, he would’ve been blessed today, and perhaps happier too.

Thank you CV and Happy New Year.

.
.

Em 2010 , eu estava em uma reunião liderada pelo gg , que disse que , como de costume, ele não tinha nenhum outro lugar para ir , se ele realmente quisesse estar na ” obra do Espírito . ”

Eu costumava pensar da mesma maneira e repetia as mesmas palavras como ele.

Na verdade, durante quase trinta anos fui levado a acreditar que nenhuma razão ou propósito de vida existia fora dos limites do ICM .

Mas quando fui confrontado com os fatos duros sobre a ICM em 2011, eu lutava com a idéia de deixá-la , porque eu pensei que , num primeiro momento , eu estaria virando as costas para a vontade de Deus .

Eu acreditava que a ICM era praticamente a única esperança que eu tinha de entrar no Reino de Deus.

Fiquei tentado a me sentir como um fracasso e achei que não teria força suficiente para romper com o sistema por conta própria.

Mesmo me sentindo sozinho no momento , eu sabia que não estava sozinho.

Fiquei triste no começo, mas o BLOG me ajudou a entender as contradições , mentiras, e os métodos de controle usados ​​para fazer as pessoas se sentirem mal por deixar a ICM .

Hoje, depois de quase dois anos , eu já não estou triste por ter deixado ICM . Na verdade, eu me sinto abençoado e feliz com isso.

Deixar a icm significou novas possibilidades e um novo começo para mim em Cristo.

Se gg , e muitos outros que ainda pensam como ele, tivesse lido o BLOG do CV e aprendido a escapar das garras do sistema ICM , como eu o fiz, ele estaria na benção hoje , e mais feliz também.

Obrigado CV e Feliz Ano Novo.

Arms open wide (Rendido estou)

Enviado em 02/01/2014 as 2:50

No artigo Discriminação e Preconceitos

NOTAS

Acompanhe em https://www.facebook.com/CavaleiroVeloz

Aqui não é lugar para calúnias e difamações. Discutimos doutrinas e ideias.

Caso faça cópia de parte e/ou todo cite http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/be-happy/

Em nome da ética democrática, que a data original e origem da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

Escrever em CAIXA ALTA (letras maiúsculas) é deselegante. Evitem.

Evitem postagens fora do FOCO do artigo.

Imagens colocadas nos artigos como ilustração foram retiradas da Internet (Google) e também dos textos aqui postados, presumindo serem de domínio público. No caso que haja alguma imagem sem os créditos devidos não foi intencional; e, deste modo agradeceria em nos avisar que colocaremos os créditos.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS