MARANATHA WANTS YOU!

Maranatha fits the bill as a controlling group.

Its leadership will deny it, but it’s true – and it works in many subtle ways.

It’s not uncommon for a member to seek confirmation from his/her leader (deacon, pastor, coordinator and the PES) before making important decisions.

This allows for church leadership to influence its members according to the interest of the church.

For example, if a young deacon decides to study at night, he may feel bad for not being in church every single day. But if he puts church activity in first place, his decision is considered a blessing because he put the Work as a priority in his life, even at the expense of lost opportunities in his career.

This kind of mentality allows to manipulative game based on false premises such as:

1. The PES knows better
2. The decision is “in the body” or in fellowship.
3. The decision, which benefits the Work, is always best for you.
4. You think you have free will, but in fact your decisions are restricted and in submission to the interest of “the Work.”
5. Control over members is disguised as fellowship in the body.
6. The PES has your best interest at heart (really!)

Thus, many think they are really part of David’s army, which should be the ultimate Christian experience.

Nevertheless, these rules are not evident at first. When you start at Maranatha, you usually receive much attention and care.

You become aware of the “benefits of the body”… one sheep can misunderstand the voice of God, but not the PES… you become a buddy… one of us… man of valor… faithful servant… in debt to the Work… etc. Your spiritual growth, however, is restricted by controlling teachings that seduce you into this kind of thinking.

When you realize, you are playing by their rules:

– considerable time in your schedule is devoted to the Work.
– you start asking advice/orientation to your “superiors” (deacon, pastors and PES).
– you get involved more and more till you are overwhelmed with endless meetings and no time for family and your career, but you understand this is the price you “pay” to be a faithful servant in the Work.
– On the one hand the pastor/PES expect you to be totally transparent, on the other hand…(never mind)
– You have to put your trust on them, otherwise…(never mind, again)
– sin becomes equal to any violation (or anything that the pastor/PES dislikes) of these rules – discrimination becomes real if you don’t follow the hidden agenda built into the “project.”

Moreover, to move up the Maranatha latter all you have to do is don’t never ever challenge the PES, obey its orientations, accept its discernment and never question anything… just swallow its stuff behind closed doors, play by (its) rules, and you’ll be fine.

At first, it makes perfect sense, after all fellowship should be the secret of good decisions, right? Wrong.

It’s sneaky.

BEWARE OF MIND CONTROL!

The PES will say it’s revelation, your pastor will say it’s an orientation, but, in fact, it’s an old game of mind control: Maranatha wants you!
.
.
A ICM QUER VOCÊ!

A ICM se encaixa no perfil de um grupo controlador. Sua liderança vai negá-lo, mas é verdade – e funciona de várias maneiras sutis.

Não é incomum para um membro buscar uma “confirmação” de seu líder (diácono, pastor, coordenador e pela PES) antes de tomar decisões importantes.

Isso permite que a liderança da igreja influencie os seus membros de acordo com o interesse da mesma.

Por exemplo, se um jovem diácono decide estudar à noite, ele pode se sentir mal por não estar na igreja todos os dias. Mas se ele coloca a atividade da igreja em primeiro lugar , a sua decisão é considerada uma bênção, porque ele colocou o “obra” como uma prioridade em sua vida, mesmo à custa de perda de oportunidades em sua carreira.

Esse tipo de mentalidade dá espaço ao jogo de manipulação com base em falsas premissas, tais como:

1 . O PES sabe melhor.
2 . A decisão é “no corpo” ou em comunhão.
3 . A decisão, que beneficia a “obra”, é sempre a melhor para você.
4 . Você acha que tem o livre-arbítrio, mas na verdade suas decisões são restritas e em submissão aos interesses da “obra”.
5 . O controle sobre os membros está disfarçado/camuflado em forma de “comunhão no corpo”.
6 . O PES tem as melhores intenções a seu respeito (sério!)

Assim, muitos se imaginam os verdadeiros “valentes de Davi”, e que fazem parte da mais profunda experiência cristã.

No entanto, estas regras não são evidentes à primeira vista. Pois quando você começa a frequentar a ICM, você recebe muita atenção.

Você se torna consciente das “vantagens do corpo” … uma ovelha pode se desgarrar do rebanho, mas nunca o PES … você se torna um companheiro… um de nós… homem de valor … servo fiel… devedor… etc.

Seu crescimento espiritual, no entanto, é restrito e controlado por ensinamentos que o seduzem para este tipo de mentalidade formatada.

Quando você percebe, você está jogando pelas suas regras :

– Um tempo considerável em sua programação é dedicada à obra.
– Você começa a pedir aconselhamento / orientação aos seus “superiores” (diáconos, pastores e PES).
– Você se envolve mais e mais até ficar sobrecarregado com reuniões intermináveis
​​e sem tempo para a família e sua carreira, mas você entende que esse é o preço que você tem que “pagar” para ser um servo fiel no Trabalho.
– Por um lado, o pastor / PES espera que você seja totalmente transparente, por outro lado… (sem comentários)
– Você tem que colocar a sua confiança neles, caso contrário … (eles nunca mentem)
– O pecado torna-se igual a qualquer violação dessas regras – a discriminação torna-se uma realidade, caso você não siga a agenda oculta embutida no “projeto”.

Além disso, para subir na ICM, tudo que você tem a fazer é: nunca desafiar o PES, obedecer suas orientações, aceitar o seu discernimento e nunca perguntar nada… apenas engolir suas orientações à portas fechadas e você vai ficar bem.

A priori, tudo faz sentido, afinal, a comunhão deve ser o segredo de boas decisões, certo? Errado.

Cuidado com o jogo do controle mental!

Você precisa estar ciente.

O PES vai dizer que é revelação, o seu pastor vai dizer que é orientação, mas, na verdade não passa de um jogo de controle da sua mente: A ICM QUER VOCÊ!

P.S. Pessoal, como escrever consome tempo (por isso respeito ainda mais o trabalho do CV) estou escrevendo em Inglês e fazendo a tradução para o Português, usando o Google tradutor, com apenas uma revisão manual. Portanto, no Português, não reparem se o texto soar um pouco estranho. Thank you.

Rendido estou!

Enviado em 26/09/2013 as 13:49

No artigo A iniquidade: dois pesos e duas medidas

…………

Minha amiga Abenair Maria, tomei a liberdade de trazer o comentário da sua página do Facebook em 28.09.13.

“Texto brilhante que sintetiza perfeitamente a dominação sobre os membros em qualquer país ou língua que se fale.

CV, espero em Deus que mais pessoas a cada dia abram seus olhos para este engodo chamado maranata.

Vc sabe que vivi isto na pele e na alma: A manipulação inescrupulosa de decisões vitais da minha família por um dito pastor americano na dita maranatha christian church…

Me deixei levar por isto pensando estar de acordo com o que Deus queria para mim. Ignorei o que Deus havia dito a mim e só a mim mesma para seguir decisão do dito cujo.

Raça de víboras governando idiotas! Sim, não pensem que me excluo do rol dos culpados neste caso. Eu tinha a obrigação de ouvir só a voz do meu Senhor, mas me deixei levar por vozes estranhas e deu no que deu. Como fui tb culpada, não há como não culpar muitos que ainda hoje depois de toda sujeira da maranata ser exposta ainda lutam para mudar e adequar o sistema maranatolóide e assim justificar suas permanências nele. Estes não abrem mão deste sistema como se algo precioso fosse.

Isto mostra claramente o resquício da formatação que sofreram… Comparo a situação de quem permanece neste sistema à situação de um louco no fundo do poço querendo mudar a estrutura do poço. O louco não percebe que não é a estrutura do poço que tem que ser mudada, pq tenha a estrutura que tiver, o poço é poço, e nunca deixará de ser, na essência, um poço, mas é ele que tem que sair de lá!

Estas pessoas por mais bem intencionadas que estejam, precisam compreender que remendar esta situação vexatória da maranata diante de Deus e dos homens, só as fará perder vida e tempo precioso.

Meu amigo, vc levou muito tempo para descobrir quem e o quê fala mais alto na maranata? Ótimo, seja grato a Deus por descobrir a tempo, pq antes tarde do que mais tarde ainda ou mesmo nunca, mas olhe a saída do poço (que é no alto) e saia dele! Não mexa na estrutura do poço, pq ela vai desmoronar e te soterrar! Remendar as coisas não vai sumir com o mal, mas vai fazer o mal ficar mais evidente, e vc acha que Deus quer isto??

“Ninguém põe remendo de pano novo em vestido velho; porque o remendo tira parte do vestido, e fica maior a rotura. Nem se põe vinho novo em odres velhos; de outro modo arrebentam os odres, e derrama-se o vinho, e estragam-se os odres. Mas vinho novo é posto em odres novos, e ambos se conservam.”

(Mateus 9:14-17).

Nova forma de pensar (vinho novo) tem que ficar em ambiente novo (odres novos) e assim, ambos se conservam. O contrário tb se aplica:

Fique no poço para serem ambos destruídos…”

NOTAS

Acompanhe em https://www.facebook.com/CavaleiroVeloz

Aqui não é lugar para calúnias e difamações. Discutimos doutrinas e ideias.

Cite a fonte caso faça cópia ou transcrição dos textos publicados neste Blog. Este artigo http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/maranatha-wants-you/

Direito autoral preservado. Em nome da ética democrática, que a data original e origem da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

Escrever em CAIXA ALTA (letras maiúsculas) é deselegante. Evitem.

Evitem postagens fora do FOCO do artigo.

Imagens colocadas no artigo como ilustração fora retiradas da Internet (Google) e também dos textos aqui postados, presumindo serem de domínio público. No caso que haja alguma imagem sem os créditos devidos não foi intencional; e, deste modo agradeceria em nos avisar que colocaremos os créditos.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS