E alguém me pergunta

     Gedeltismo o que é?

Não é outra a resposta.

O gedeltismo é

apostasia coletiva,

árvore de frutos podres,

beco sem saída,

caminho escorregadio,

casa mal-assombrada,

construto de heresias,

coisa que causa nojo,

doutrina de homens,

curral de eleitores manipulados,

eclesiasticismo pseudocarismático,

enredo de maranacutaias palacianas,

escola de anticristos,

esperteza em negócios nebulosos,

estrada tortuosa,

fábrica de demandas judiciais,

fábrica de notas fiscais frias,

fonte de água salobra,

fuga à responsabilidade,

implosão premeditada,

incentivo à rebelião contra Deus,

ministério de iniquidades,

mitos que levam a nada,

nuvem do não-pensar,

“outro evangelho”,

pandulho de meias-solas,

pedra de tropeço para os crentes,

poço de iniquidades,

sacrifício vão,

samba de crioulo doido e

sombras e vitupério.

No contexto das antigas denúncias deste Blog, das muitas notícias de mídia e dos procedimentos investigativos do Ministério Público que culminaram em DENÚNCIAS FORMAIS a exigir a aplicação da PENA prevista e LEI; o assunto nos leva, necessariamente, à pergunta do Salmista (94.20 – SBB-RA):

“Podia, acaso, associar-se contigo o trono de iniqüidade,

que forja o mal tendo por pretexto uma lei?”

O Blog insiste no apelo à Justiça de Deus contra os malfeitores.

Ora, o gedeltismo é sal insípido que

“Para nada mais presta,

senão para se lançar fora e ser pisado pelos homens.”

Quem quiser continue preso nas redes do sistema.

Será que algum dia encontraremos uma CONFISSÃO DETALHADA desse homem que se deleita com a distorção da realidade?

Tenho certeza disto: não estou contando a história desse mestre em manipulação dos nascidos no pandulho da rainha desfigurada; e que  nesse assunto nunca terei a última palavra.

Tô fora!!!

NOTAS

Acompanhe em https://www.facebook.com/CavaleiroVeloz

Aqui não é lugar para calúnias e difamações. Discutimos doutrinas e ideias.

Caso faça cópia cite http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/e-alguem-me-pergunta/

Em nome da ética democrática, que a data original e origem da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

Escrever em CAIXA ALTA (letras maiúsculas) é deselegante. Evitem.

Evitem postagens fora do FOCO do artigo.

Imagens colocadas no artigo como ilustração fora retiradas da Internet (Google) e também dos textos aqui postados, presumindo serem de domínio público. No caso que haja alguma imagem sem os créditos devidos não foi intencional; e, deste modo agradeceria em nos avisar que colocaremos os créditos.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS