Descentralizar dízimos soluciona?

A descentralização dos dízimos evitaria a derrocada final da Instituição. Assim alguns maranatas entendem, mais pelo desejo de continuarem na dependência de emoções e mitos dos cultos proféticos. Dependência do famoso aqui Deus fala! Entendo o direito de opinião, e ouvi Adriano em postagem de 23.03.2013 (ao tempo da prisão de Gedelti, Elson, Amadeu e Pimenta) a que me reporto; porém, diante dos fatos notórios e públicos o imbróglio Maranata está além, muito além de descentralizar dízimos e gritos de reforma já.

Leia mais »

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
3 comentários em Descentralizar dízimos soluciona?
 
bater nas pessoas e gritar a torto e a direita

CV,

Boa noite. Fiquei triste mesmo … não é questão de não ter simpatia com o autor (RN) nada disso , mas não precisamos desses ataques aos quye tanto nos ajudaram e por algum motivo atualmente não escrevem . A postagem no Face começa com essa frase

– De uma coisa todos podem ter certeza, o dia que eu sumir do Facebook haverá um motivo e avisarei previamente…  

Desculpe mas Alandati, Ana Clara, Marcos, Mario e Gil e outros amados irmãos seguiram no mesmo sentido do seu Blog e me ajudaram a abrir os olhos .  Se ñ quiser publicar entendo … Paz 

Ao anoitecer de 18.01.2016 a amiga e irmã Marcia Loureiro me enviou a postagem. Fiquei quieto e pensava: – Quem sabe ele repensará o que fez e deletará o escrito ofensivo? Bastou o autor apontar Ana Carla Gueiros, Cavaleiro Veloz e Marco Alexandre da Silva e gritou nas rdes sociais: se calaram, foram calados ou se venderam (copiei Print Screen). Deseja holofotes. Equívoco é pouco: existe ofensa. Espalhar nas redes sociais que fulano se vendeu, não sendo verdade, chega à calúnia da parte do ofensor ferindo a honra objetiva do ofendido, anuncia o Código de Direito Penal (mas não tenho procuração para falar em nome de Ana Carla Gueiros nem Marco Alexandre da Silva). Neste enquadre, Cavaleiro Veloz não é apenas nome: é marca registrada no INPI. Por último, a respeito de crimes virtuais devemos nos lembrar da legislação recente…

Leia mais »

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
11 comentários em bater nas pessoas e gritar a torto e a direita