Meu canto é de dores

 

Profeta Jeremias – C. Portinari

 

A desfigurada se veste de andrajos.
As joias preciosas perderam o brilho,
Caminham errantes, no centro do erro,
Cantando louvores que exaltam a Obra.
Coitados dos filhos! São filhos traídos!
De andrajos coberta, esconde fortunas.
De engano apascenta os filhos do ventre.
Doideja nos anos. Não cumpre as promessas.
Errando o Caminho, não encontra a saída.
Fechou-se em espasmos, negrumes e tranças.

Leia mais »

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
30 comentários em Meu canto é de dores