Reaprendendo a amar

  Em se tratando de alguém do nosso relacionamento é fácil (e mania para muitos) encerrar a conversa do messenger ou do telefone, dizendo: te amo! Expressão de afeto, de emoção, de promessa, de segurança, de sentimento…

Então, eu descobri que nada sei sobre o amor, porque o amor é mais do que sentimento. Não é simplesmente dizer te amo, não é simplesmente estar com a pessoa, não é simplesmente viver com alguém…

Amar é escolher alguém para amar por uma vida inteira, é crescer em meio às dificuldades e não deixar que coisas pequenas destruam o relacionamento; ao contrário, é deixar que elas se tornem elo para aperfeiçoar a relação.

Amar é construir junto, amar é esperar pelo certo, amar é exercer paciência, amar é ouvir o outro, amar é sacrifício de ambas partes, amar é suportar dores… tanto de quem ama como de quem será o objeto do amor.

Amar é confiar, não se inchar de birras e de ciúmes sem sentido.
Amar é cortar o cordão umbilical que nos prende aos pais.
Amar é ficar acordado para que ela não perca o horário.

Amar é fechar a boca evitando obesidade que atrapalha a relação íntima.
Amar é medir a temperatura do corpo quando o outro está febril.
Amar é pedir desculpas imediatamente e com sinceridade.

Amar é nos entregarmos ao outro sem esperar recompensas.
Amar é respeitar a intimidade do outro nos momentos de oração a Deus.
Amar é vigiar algo de muito valor ainda que clame por sacrifícios.

E acima de qualquer outra expressão ou pensamento: AMAR É PERDOAR.

Agora que descobri esta nova expressão do amor, recomeço uma nova fase de confrontos comigo e me pergunto: será que aprendi mesmo o que é amar?

NOTAS

Acompanhe em

https://www.facebook.com/CavaleiroVeloz?fref=ts

https://www.facebook.com/velozcavaleiro?fref=ts

https://www.facebook.com/groups/retirante/?fref=ts

Aqui não é lugar para calúnias e difamações. Discutimos doutrinas, heresias e ideias à luz das Doutrinas Fundamentais como um dos capítulos da Teologia.

Atualização em 16.09.2014 às 18:13.

Caso faça cópia ou transcrição dos textos publicados mencione a fonte. Este artigo http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2010/03/reaprendendo-a-amar/

Em nome da ética democrática, que a data original e origem da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

Escrever em CAIXA ALTA (letras maiúsculas) é deselegante. Evitem postagens fora do FOCO do artigo.

Imagens colocadas nos artigos como ilustração foram retiradas da Internet (Google) e também dos textos aqui postados, presumindo serem de domínio público. No caso que haja alguma imagem sem os créditos devidos não foi intencional; e, deste modo agradeceria em nos avisar que colocaremos os créditos.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

5 Respostas para “Reaprendendo a amar”

  1. Abba Pai disse:

    Belo texto. Realmente me fez pensar.
    Mas infelizmente já cheguei nessa mesma constatação: Que ainda nem sei o que é AMAR.
    De agora em diante esse é o aprendizado que busco na prática viver.
    AMAR DE FATO É PERDOAR. Foi isso que Jesus fez e faz ainda conosco ainda, mas de que adianta receber esse perdão se também não perdoarmos nossos semelhantes?

  2. Keyla Carvalho disse:

    Reaprendendo a AMAR é a minha constante…

  3. Izabel disse:

    É isso irmão. Um belo texto para refletir. Devemos lembrar que amar não é um sentimento, é um mandamento do Senhor.
     

  4. ARosa disse:

    Meu amado CV
    Seu texto veio de encontro ao que nessa manhã eu buscava. Neste mês completo 5 anos de um casamento abençoado por Deus e posso dizer com total certeza: eu e meu esposo estamos aprendendo a amar. E quando o irmão em seu texto diz que: “E acima de qualquer outra expressão ou pensamento: AMAR É PERDOAR.” Saber perdoar é realmente uma virtude e eu em particular nestes 5 anos de casamento tenho aprendido a perdoar para receber meu perdão para que com isso possamos prosseguir numa família emoldurada com o amor do Pai. Obrigada pelo lindo texto. Arosa

  5. Hadassa disse:

    “Amar é fechar a boca evitando obesidade que atrapalha a relação íntima”.
    Maravilhoso todo o texto, mas esta frase em especial chama a atenção por ser um assunto esquecido  ou mesmo julgado com desdém; mas  o resultado deste desdém é lamentável.

Deixe o seu comentário

Resolva a seguinte pergunta para envio * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.