Caminhos guardados em segredos…

 

“Porque quantas são as promessas de Deus, tantas têm nele o sim; porquanto também por ele é o amém para glória de Deus, por nosso intermédio.” 2 Co. 1.20

 Às vezes absorvemos incredulidades, heresias e mentiras dos falsos mestres e falsos profetas; e, desatentos, nem percebemos o que foi introjetado na nossa mente. Daí os erros graves no ensino e no púlpito.

Assim, alguém egresso do maranatismo pseudocarismático declarou (ênfase nossa): Para nós (discípulos) nos basta crer que Deus nos livrará da ira vindoura, seja ela tribulação, perseguição, ou até o mencionado período de 07 anos. Não importa se o arrebatamento será antes, durante ou depois da tribulação daqueles dias

Cansei de acho quê. Coisa esquisita! DISCORDO!

Com o pronome nos ele fala aos crentes em geral, dizendo que o livramento da “ira vindoura” pode ser: antes, durante ou depois da tribulação daqueles dias.  Que discípulo é este, que além de contrariar o Mestre, apresenta “outro evangelho” claramente diferente do que Deus disse, do jeito que Ele disse?

Escutem: infelizmente, com o  “nos” o autor deu nós na construção do pensamento, ao negar a iminência do cumprimento da poderosíssima promessa do Espírito de Cristo Jesus (1 Ts. 1.10b. – ênfase nossa): “Jesus… nos livra (gr. rhoumai) da ira [de Deus] vindoura.” Leia mais »

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
7 comentários em Caminhos guardados em segredos…
 
Fico com as Escrituras

“Será, pois, que, se, ouvindo estes juízos, os guardares e cumprires, o SENHOR, teu Deus, te guardará a aliança e a misericórdia prometida sob juramento a teus pais; ele te amará, e te abençoará, e te fará multiplicar; também abençoará os teus filhos, e o fruto da tua terra, e o teu cereal, e o teu vinho, e o teu azeite, e as crias das tuas vacas e das tuas ovelhas, na terra que, sob juramento a teus pais, prometeu dar-te.” (Dt. 7.12-13)

http://jaderdonizette.blogspot.com  A leitura do artigo de Hermes Fernandes deixou-me pesaroso. Ele diz: “Ficava atormentado quando meus pais tocavam na vitrola o disco “A última trombeta”. Ele recorda o arrebatamento da igreja dentro de angústias infantis, medos, preconceitos e teorias de conspiração.

Com esse inconsciente atormentado por lembranças infantis, fácil é desacreditar o contexto das profecias das Escrituras. Daí, o conceito dispensacionalista é o alvo do artigo que desanda em direção ao amilenialismo ou amilenismo. Inexplicavelmente!

De fato, alguns antigos intérpretes das Escrituras insistiam “no avanço do Evangelho e na eventual conversão das nações a Cristo” e a idéia foi inserida no contexto do “evangelismo social”. Querem dizer: os cristãos estabelecerão reino de Cristo e, conseqüentemente, Apocalipse 20 deve ser interpretado simbolicamente.

Leia mais »

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
3 comentários em Fico com as Escrituras
 
ARREBATAMENTO JÁ!

 

A Escritura Profética, “segundo o mandamento do Deus eterno, para obediência por fé, entre todas as nações” (Rm. 16.26), emprega expressões que identificam certo episódio escatológico impressionante e maravilhoso. Este evento causará grande surpresa, temor e tremor (1 Ts. 1.10; 4.17 – ênfase nossa):

Jesus… nos livra (gr. rhoumai) da ira [de Deus] vindoura. (…) seremos  arrebatados… para o encontro do Senhor nos ares, e, assim, estaremos para sempre com o Senhor”.

A ação descrita no grego original  lembra o alçar rápido e surpreso do vôo do passarinho no exato momento em que a arapuca fecha para mantê-lo em sofrimento e tribulação. Encontramos este mesmo verbo na Oração Dominical, indicando a nossa obrigação de orar pedindo o livramento dos intentos do Maligno (Mt. 6.13): “mas livra-nos do mal”. Depois, o apóstolo Paulo declara que fomos livres das fortalezas de Satanás. Este grande livramento evidencia o ato messiânico de redenção executada em justa e plena violência contra os poderes satânicos (Cl. 1.13-14 – ênfase nossa):

Ele [Deus] nos libertou (gr. rhoumai) do império das trevas e nos transportou (gr. methistemi) para o reino do Filho do seu amor, no qual temos a redenção, a remissão dos pecados.”

Leia mais »

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
8 comentários em ARREBATAMENTO JÁ!
 
Em Querite não existem atalhos…

Sermão em forma de monólogo.

Denunciei a CONSPIRAÇÃO! Com ousadia entrei pelo palácio do quadragenário. E disse que o rabo do Diabo está metido nisto. Falei na cara do monarca e seus valetes e deixei a minha DENÚNCIA ecoando entre os falsos profetas. Incontinente, dei as costas, e, a passos firmes afastei-me dali, porém, sacudindo as roupas contaminadas com a fetidez do desastre da HERESIA ICEMITA. Que alvoroço!

Leia mais »

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
20 comentários em Em Querite não existem atalhos…