A Linguagem do não-pensamento
 
“Todo aquele que ultrapassa a doutrina de Cristo e nela não permanece não tem Deus; o que permanece na doutrina, esse tem tanto o Pai como o Filho.”
(2 Jo. 1.9)  

A ilusão funciona. E como!

A linguagem é uma das formas do pensamento. Ela comunica a alma, aquilo de dentro. Erudita, familiar, infantil, jurídica, política, religiosa etc., ela comunica desejos, emoções, expressões, ideias de grupos ou de pessoas.

A linguagem possui o seu palavreado próprio, ou seja, o seu vocabulário. E, se a linguagem é expressão do pensamento, quando os líderes religiosos fogem das Escrituras Sagradas, não mais conseguem coerência alguma com a maravilhosa Revelação Proposicional. Andam ao redor dos erros, em círculos, elaboram falácias, incoerências e filosofias vãs.

A linguagem do não-pensamento (LNP) maliciosamente e por sua natureza nunca é explícita. Daí a empulhação.

A LNP é empregada desde o início da monarquia quadragenária e despejada pela goela da membresia especialmente nos seminários da Obra. Esperteza! Jogo extremamente sedutor do habilíssimo mestre primaz com a inteligência de que é dotado. Mágicas!!!

A cada ardilosa exibição do mestre muito religioso ele joga os malabares para o ar (capítulos da doutrina revelada, meias verdades etc.), enquanto a mente dos beatos e formatados fica impregnada com jargões gedeltianos do tipo:

Na Obra ficam os servos da Obra.

Obra é filho único.

Obra é Obra.

Os servos da Obra entendem a revelação do Corpo.

Quem não é servo da Obra é lançado fora, é meia sola mesmo. Não tem jeito!

Cada capítulo da grandiloquente  HERESIA ICEMITA deve ser examinado à luz das Escrituras Sagradas e sob iluminação do Espírito de Cristo Jesus. Esta heresia deve ser levada MAIS A SÉRIO…

Encantamento com astúcia e ilusão!

Entendam, amados: enquanto o malabarista joga os malabares, ninguém faz outra coisa, a não ser, fixar o olhar nos malabares. Deste modo, em cada aula dos seminários da Obra, em cada mensagem revelada (eles gostam disto por se acharem criteriosos e espirituais) ou sermão o mestre mor repete: OBRA… OBRA… OBRA… OBRA… OBRA… OBRA, assim como o encantador no jogo de malabares.

Enquanto o mestre profeta encanta a hipnotizada membresia com o ensino espalhafatoso e insistentes promessas de Obra Maravilhosa que veio da eternidade, ninguém escreve, expressa ou faz outra coisa, a não ser, fixar-se na enigmática palavra (sem nada entender da realidade da entidade Obra);  jargões ecoam na alma (mente) do formatado ideologicamente impactado com ilusões e meias verdades; e a enganação do malabarista introjeta na alma (mente) que ficar na Obra é salvação eterna e sair da Obra é perdição eterna.

Encantamento com astúcia e ilusão! Essa entidade Obra já foi detalhada e descrita em diversos artigos… e agora aparece o desenho da Obra.

Entendam: diáconos, obreiros e pastores (denominados estatutariamente de representantes do Presbitério) denominados servos da Obra e/ou valentes da Obra não fazem outra coisa, a não ser, imitar o mestre mor na arte de enganar; porém, ao ler artigos deste Blog e comentários às postagens de terceiros esses tais mostram-se incapazes de contestar os argumentos e fatos. Incrível! O monarca os empurra e empurra e esses  valetes (escrevi valetes) da Obra continuam incapazes de expressar frases coerentes em defesa da entidade Obra.

Gedelti encantou a membresia com frases feitas (jargões) e ruidosamente tropeçou com a revelação dos toques das trombetas.

 Interessantemente, mágicos e malabaristas observam a plateia e percebem que a ilusão funciona e continuam com o ilusionismo… aos aplausos do auditório! A iludida plateia paga para ser enganada e exclama: que maravilha! (E nem percebe o pavor de alguém ao sentir que está sendo sepultado vivo.

Mágicos e malabaristas, de espertos, não necessitam de muita propaganda, porque até de boca em boca a notícia correrá com gritos histéricos e palmas. Muitas palmas… E muitos risos…

Nessa altura do artigo, faça um favor a sua alma preciosa e entenda o que o mestre profeta quer dizer com ABSORVAM A OBRA!

No caso dos icemistas (normalmente proibidos de bater palmas para os mágicos e malabaristas da monarquia pseudocarismática), em cada aula (leia-se: cada ardil de introjeção dos chamados mistérios da Obra) os aplausos são em forma de gloria-a-deus-e-aleluias, acrescidos de jargões do tipo: Obra Maravilhosa! Outro: Sou Maranata e quem não é seja anátema! E outro: Nasci na Maranata e vou morrer na Maranata! Deste modo nasce o maranatês como linguagem. Enquanto o formatado icemista de carteirinha emprega essa linguagem, ele não pensa e mostra o quanto de introjeção foi efetivada na mente dele: o quanto de enganação, heresias e mitos com o  não-pensamento sobrenada no inconsciente.

O chefe muito religioso da ICM-PES imediatamente percebeu: na mente da membresia, especialmente nos Seminários da Obra, o que funciona é a linguagem do não-pensamento (LNP). Evidentemente, entorpecidos com as doses de enganação que alicerçam a doutrina revelada além da letra, beatos continuam com a enganosa propaganda dos pastores:

DAR A VIDA PELA OBRA!

ESTA É A OBRA!

OBRA MARAVILHOSA!

QUE OBRA!

VIVER OBRA!

O ciclo é vicioso. O icemista de carteirinha não consegue, facilmente, abrir os olhos; e, se alguns começam a despertar do entorpecimento espiritual programado para formatar icemistas e meia-solas, a dose de LNP age eficazmente e inconscientemente, a ponto de provocar o sentimento de culpa no inconsciente de cada formata: ele imagina que, se duvidar de algo decretado pelo monarca através dos mestres e pastores chamados ungidos do Senhor (emissários do palácio religioso), estará pecando contra o Espírito Santo ou contra a Obra Maravilhosa. Que coisa terrível!

O DON (Doutrinas, Orientações e Normas do Presbitério cf. arts. 5º e 25 do Estatuto da ICM-PES) é imposto da seguinte maneira: o mestre-primaz e a elite de valetes (escrevi valetes) nada conversam, ou ensinam, ou falam, ou inventam a não ser no estratégico nível de LNP, levando-se em conta que cada reunião é antecipada com o clamor esquizofrênico. O mesmo acontece nas demais atividades em grupo. (Preste atenção: a LNP funciona em todos os setores da ICAR, p. ex. na OPUS DEI com o mesmo processo.)

O inconsciente do indivíduo reage, sempre, com carga destruidora; e quanto mais agrilhoado à determinada espiritualidade esquizofrênica, pior será. Por conseguinte, observe a pronta reação do icemista-maluco-pela-Obra ao ler este artigo: ele não consegue expressar logicamente opinião ou mesmo pensamentos em defesa da entidade Obra; mas era de esperar que o fizesse, prontamente;  mas prefere fazer o que aprenderam: atacar  com ameaças, calúnias, difamações, injúrias, maldições e até com ignominiosos xingamentos (mantenho arquivo de centenas de postagens neste sentido). Claro, como resultado da esquizofrenia religiosa introjetada na alma, enquanto engole cada capítulo da doutrina revelada… e continua impedido de não pensar. a não ser, no padrão Obra.

Ora, ao ler as DENÚNCIAS deste SITE o maluco pela Obra nada contesta – pela incapacidade natural de contestar; mas calunia, difama, injuria e arremessa lanças de maldições e pedradas contra o autor dos artigos. Constantemente! Depois, clama pelo sangue de Jesus e jejua para que o autor do artigo seja lançado no fogo do inferno aquecido mil vezes; ou que minha carne seja entregue a Satanás para ser destruída por haver pecado contra a Obra (inventaram mais um pecado). Diversos formatados idiotizados pela entidade OBRA deixaram essas maldições nas postagens; e alguém ganhou boa importância em dólares para construir o DESFACE (blog no Google) com o exclusivo objetivo de lançar maldições, pedradas e profetadas contra nós. Sempre!

“Assim diz o SENHOR Deus:

Ai dos profetas loucos,

que seguem o seu próprio espírito sem nada ter visto.”

Ez. 13.3

Por que? Porque mais fácil é atacar a pessoa, o autor do artigo (argumentum ad hominem), colocando em dúvida a confiabilidade e o caráter do escritor, do que contestar o artigo. O argumento contra a pessoa é a maneira que o formatado icemista encontra para jogar pedras e ofender; mesmo porque ele está instigado pelo ódio religioso que desce do palácio da rainha desfigurada (PRD). Como bom servo da Obra, ele imita Gedelti Gueiros, o autor da ideologia Obra como forma de vida. Ele imita o astuto construtor de heresias e fica pior do que o mestre. Esta é a verdade!!!

Porém, a LNP empregada habilmente nas aulas de doutrina revelada além da letra ainda não basta. Depois de cada dose de LNP dos Seminários da Obra (e também nos cultos proféticos) vem a DOSE DE REFORÇO: profetadas, revelagens e visagens comuns no final da exposição do monarca quadragenário ou de algum mestre na posição de vale(n)te da Obra Revelada.

Presta atenção: a DOSE DE REFORÇO funciona como CATÁLISE:

aumenta a atividade da LNP no inconsciente dos indivíduos e impedindo a alteração do processo de obediência ao DON (Doutrina, Ordens e Normas) e mantendo-os subordinados ao Ídolo-Obra.

Conclusão

 A BÍBLIA FOI TRAÍDA!

A ICM-PES está completamente desviada do “evangelho da graça de Deus” e mergulhada em alegorias, dissimulações, espiritualização de frases isoladas das Escrituras, falsas profecias, falsas revelações (algumas embrulhadas em Cabala e Gematria).

Agora começamos a compreender o sofrimento dos retirantes.

Este imbróglio maligno alicerça alguns capítulos da doutrina revelada ensinada com ardis da linguagem do não-pensamento que escora o falso profetismo.

Entenda: aquele que não pensa, é, nada mais nada menos, que um vazio. Você consegue entender um vazio?

Livre-se da opressão. Pense. Reflita…

O formatado pela ideologia Obra como forma de vida anda ao redor dos erros  mantidos pelo mestre-mor, o criador do Ídolo-Obra, com medo de pecar contra o Espírito Santo… se pensar.

O resultado desse entorpecimento espiritual não é de se admirar. Então, faça um favor a sua alma preciosa, leia e pense: o maranatismo monárquico pseudo-carismático e quadragenário distingue-se mais pelo culto e devoção à ICM-OBRA do que pelo amor-obediência a Cristo Jesus.

Pense. Por que não correr o risco de pensar?

Que de sofrimento na alma crente daquele que descobre estar enganado…

Quem está intoxicado pela HERESIA ICEMITA, não consegue pronta saída, a menos que busque a Face do SENHOR, fique fortalecido em espírito e rompa com os laços da enganação gedeltiana.

Quem me dera se todos entendessem o que venho falando…

NOTAS

Acompanhe em https://www.facebook.com/CavaleiroVeloz

Aqui não é lugar para calúnias e difamações. Discutimos doutrinas e ideias.

Cite a fonte caso faça cópia ou transcrição dos textos publicados neste Blog. Este artigo http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2009/11/a-linguagem-do-nao-pensamento/

Em nome da ética democrática, que a data original e origem da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

Escrever em CAIXA ALTA (letras maiúsculas) é deselegante. Evitem.

Evitem postagens fora do FOCO do artigo.

Imagens colocadas no artigo como ilustração fora retiradas da Internet (Google) e também dos textos aqui postados, presumindo serem de domínio público. No caso que haja alguma imagem sem os créditos devidos não foi intencional; e, deste modo agradeceria em nos avisar que colocaremos os créditos.

Revisão em 19.10.2014 às 16:00

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

114 Respostas para “A Linguagem do não-pensamento”

  1. Pedro Henrique disse:

    Dentre as muitas vergonhas que se tornaram notórias porque publicadas pela imprensa, convivemos em todos os cultos com Igrejas pra lá de vazias, palavras sem o menor conteúdo, verdadeira comida requentada, onde os prs afirmam que tá tudo sobre controle e que Deus tá operando…

    Pr Ernandes, popularmente conhecido aqui na Região de Cariacica-ES por Beijoqueiro, é mestre na arte de enganar a Igreja, sendo ele figura conhecida já denunciado por emitir notas frias.

    O que se sabe é que ele anda muito triste, segundo informou seu amigo também mafioso, Antonio Kliper, que pasmem os senhores é pastor também.
    .
    .
    Após antigas denúncias do Blog e denúncias do pr. M. Morais (ainda lá) Gedelti encenou investigação. Crimes foram confessados àquela Comissão e dai a questão levantada no artigo http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/houve-ou-nao-prevaricacao/

    Emitir notas frias é coisa comum nesse poço de iniquidades. Cada um desses mercenários está no mesmo caminho de Judas.

    Leiam a série Snapshot News I, II, III e IV

    CV, firme nas Escrituras.

  2. Firme nas promessas disse:

    Boa tarde igreja de Deus aqui reunida

    “Formatação é a criação de cortinas de fumaça na mente do formatado”.

    Esta expressão é usada pelo CV em mais de 150 artigos justamente na intenção de que, mediante a leitura possa despertar o leitor para seu significado e, ao buscar, encontrará a verdade. Assim aconteceu comigo.
    Cortinas de fumaça para encobrir a verdade sobre a maranata e impedir seu membro de pensar.
    Cortinas de fumaça para dissimular a realidade com técnicas de aprisionamento sem muros.
    Muitas mentiras maquiadas e, infelizmente, a membresia acredita na revelação além da letra e não se dá ao trabalho de conferir na Bíblia, vai ficando doentes, e já nem mais consegue viver sem as tais “revelações” e assim o sistema criado pelo mestre dos malabares vai se firmando dentro das mentes deixando-os totalmente à mercê da formatação.
    Onde você poderá consultar a respeito?
    TODO ACERVO do BLOG
    Liberte-se!

  3. Cavaleiro Veloz disse:

    Firme nas promessas disse:
    9 de março de 2013 às 20:10

    Amados

    Boa noite

    Durante anos vividos dentro da ICM aprendemos coisas ensinadas a propósito de símbolo disso, símbolo daquilo… e assim os “dãos” eram “discernidos”. E a gente se calava diante dos erros e mais erros… até que o mestre-mor apareceu com mais um “mistério da Obra”: o aperfeiçoamento dos dons

    Vejamos:

    Amarelo – O poder de Deus.
    Amarelo claro – Falsidade.
    Azul – Amor de Deus.
    Branco – Santidade, santificação.
    Cinza – Humildade.
    Lilás – Derramar do Espírito Santo
    Preto – Opressão, morte (pecado).
    Púrpura – Realeza, poder, dignidade.
    Rosa – Comunhão.
    Roxo – Realeza, poder, dignidade.
    Verde – Nova Aliança, novo compromisso.
    Vermelho – Sangue de Jesus (libertação).

    0 – Servo inútil, homem anulado.
    1 – Jesus, o único.
    2 – Comunhão.
    3 – Trindade.
    4 – Evangelhos:
    Mateus (Rei). Marcos (servo). Lucas (homem). João (Deus).
    5 – Ministério, Salvação (mão de Deus).
    6 – Homem.
    7 – Perfeição.
    8 – Graça, salvação, envolvimento.
    9 – Dons espirituais (I Cor. 12).
    10 – Lei (10 mandamentos), compromisso.
    11 – Apóstolos que foram fiéis (incompleto).
    12 – Doutrina dos apóstolos.
    30 – Maturidade.
    33 – Idade de Jesus.
    40 – Provação.
    50 – Pentecostes, derramamento do Espírito.
    100 – Igreja (eram 100 ovelhas).
    666 – Besta (trilogia do homem).
    777 – Obra perfeita da Trindade.
    1000 – O tempo do Senhor = 1 dia.

    DEDOS DA MÃO. Ministério

    Polegar – Apóstolo.
    Indicador – Profeta.
    Dedo médio – Evangelista.
    Anelar – Pastor.
    Mínimo – Doutor.

    Água – Palavra, Espírito Santo, Jesus.
    Água suja – Heresia, engano, aquilo que não edifica, argumento da religião.
    Alforje – Coração, nossa vida.
    Anel – Aliança, compromisso, concerto.
    Âncora – Jesus, palavra.
    Arco – Oração, recurso do homem, razão.
    Arca – Jesus, salvação, obra do Senhor.
    Areia – Religião, razão do homem.
    Barba – Ministério, autoridade.
    Barco – Obra do Senhor, nossa vida, homem.
    Barro – Servo, homem.
    Betume – Espírito Santo, sangue de Jesus.
    Bronze – Justiça.
    Buquê de flores – Bênçãos espirituais.
    Bússola – Jesus, Espírito Santo, direção do Espírito Santo.
    Cabelo – Pensamento, entendimento.
    Cajado – Direção do Espírito Santo.
    Candeia acesa – Vida cheia do Espírito Santo, vivendo na revelação, batismo com E. Santo.
    Capa – Recurso do homem, pecado, viver de aparência, razão.
    Capacete – Salvação.
    Carro (velho) – Obra, vida.
    Carro (novo) – Obra do homem, sem o E.Santo, sem revelação, organização.
    Casa – Nossa vida, linguagem literal.
    Casa Suja – Pecado, vida desajustada, dificuldade na vida.
    Chave – Benção, oração, autoridade, poder, revelação, solução.
    Chuva de prata – Derramar do Espírito Santo, graça do Senhor, redenção.
    Etc…

    Pra que servem estas coisas?
    Revelação além da letra?
    Um outro evangelho?

    Mudaram o curso natural das Escrituras Sagradas para revelações além da letra. Para quem procura por novidade é um prato cheio.

    Em primeiro momento, quando se entra em um unidade local pela primeira vez, fica-se deslumbrado pela organização do culto, os louvores, as crianças em seus lugares, os obreiros devidamente uniformizados, as mulheres em suas vestimentas que as tornam reconhecidamente como sendo da obra (aff!) etc.

    Parece ser coisa de outro mundo mesmo!
    Não há outra!
    Perfeita!

    Porém, nos bastidores, por detrás das cortinas de fumaça encontra-se a verdadeira face do mal. Arquitetam estratégias para “segurar o bocó” que entrou ali e assim ideologia de Obra é introjetada na mente do neófito. Daí pra frente a mentalidade de Obra forma o servo da Obra e destes os meias-solas emissários do sistema.
    E tome profetadas e revelagens….formatada e totalmente contrária às verdades bíblicas.

    Os meias-solas usam de artifícios para enganar, manipular e formatar as mentes de maneira que depois de algum tempo, não se consegue mais pensar por conta própria, mas sim, conforme os editos dos líderes e qualquer pensamento contrário é sinal de alguma enfermidade…

    Fio de escarlata?

    Quero só ver se este fio irá livrar algum deles das prisões.
    .
    .
    Este é uma das 400 (quatrocentas) postagens neste Blog cuidadosamente elaboradas por nossa querida irmã Firme nas promessas.

    Republiquei integralmente.

    Respeitem a autoria. Caso publiquem indiquem o link da postagem http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2009/11/a-linguagem-do-nao-pensamento/comment-page-3/#comment-13056
    .
    .
    Amados,

    A heresia é construída a partir de argumentos FALACIOSOS.

    A HERESIA ICEMITA não suporta a verdade.

    Certamente na espiritualização da expressão bíblica “fio de escarlata” aparece mais um exemplo de erro em cima de erro. E olhem a que ponto as homenagens chegam: a exibição da arma secreta (clamor – gravata vermelha) fica com os formatados, especialmente meias-solas; mas as mulheres ficam sem a arma secreta. Quer dizer: a arma secreta dos homens faz a defesa das mulheres? Essa Freud explica…

    Melhor olharmos os relatos das Escrituras, ainda que bem resumidamente. A expressão “fio de escarlata” aparece em dois livros: Juízes 1.18 e Cantares 4.3 e envolve fatos na vida de duas mulheres.

    1. Chegando a época da conquista da terra prometida dois espias foram enviados a Jericó e certa mulher (o texto chama de prostituta) de nome Raabe, ofereceu-lhes abrigo e os escondeu. Então esses homens fecharam com ela acordo de proteção, acordo secreto: exigiram que o cordão tingido de vermelho marcasse a casa dessa mulher a fim de que ela e os que estivessem dentro de sua casa fossem poupados por ocasião da guerra.

    2. Salomão estava mergulhado em idolatria e em seu harém sobrava mulher. Claro, um harém para mais de mil mulheres, crianças, servas, eunucos e guardas tudo do bom e do melhor abastecido com impostos pesados cobrados rigorosamente das Tribos (mas o mestre-mor-profeta da Obra diz que Salomão é símbolo do Espírito Santo). Entre as muitas coisas escritas por este rei existe certo poema de amor dedicado à Sulamita. Esta mulher usava pintura vermelha nos lábios e ficavam como um fio de escarlata, literalmente.

    Então, estamos diante do seguinte:

    A propaganda enganosa diz que os homens estarão de calça preta, camisa branca e gravata vermelha (nada disseram de cuecas, meias e sapatos). As mulheres de saia preta e blusa branca (nada disseram do vestuário íntimo).

    Há uma coisa interessante aqui. Para eles as cores significam: preto (opressão), branco (santidade), vermelho (sangue de Jesus). E agora?

    Dizem que o azul é a cor do amor. Então, porque não colocaram todos – homens e mulheres – de azul? Não seria mais coerente com a evangelização?

    Ora, essa coisa de “fio de escarlata” ser mistério confiado somente na Obra é mentira cabeluda… Isto vem dos antigos mestres que espiritualizavam as Escrituras… E conseguiram colocar a mentira na boca das crianças como as duas icemistas fazem com gestos mecânicos e sem graça.

    Quanta enganação!!!

    Se o ensino herético-maranático diz, que no caso de Raabe o “fio de escarlata” é o clamor pelo sangue de Jesus, porque esqueceram a Sulamita? Que preconceito é esse? Raabe pode ser lembrada por causa do cordão tingido de vermelho; a Sulamita que tinha os lábios como “fio de escarlata” não foi lembrada na revelagem.

    Se os homens foram obrigados a usar gravata vermelha (para lembrar o “fio de escarlata”), porque não obrigaram o batom vermelho para as mulheres?

    Um artigo meu publicado em http://obramaranata.wordpress.com/2011/02/19/a-obra-andando-no-centro-do-erro/ mostro como a mente dominada pela arrogância e sede de poder destrói a simplicidade do Evangelho Eterno. As heresias foram introjetadas na ICM desde o princípio devido a falta de conhecimento da Palavra de Deus e o desejo de exibir algo misterioso de seus idealizadores. DOWNLOAD DO ARTIGO!

    Relatos vividos por quem teve profunda relação com os bastidores centrais da Obra Revelada, onde presenciou a confecção da famigerada apostila de significados de símbolos e elementos que permeiam as visões, positivando e determinando os significados de cada qual. Essa apostila hoje não é mais distribuída com tanta frequência aos obreiros e senhoras de frente.

    CV.

  4. pr.eduardo gil disse:

    Quer dizer como diziam que o preto era opressão, os varões de calça preta e as mulheres de saia preta, estão oprimidos de acordo com o ensino da seita.

    Esta seita é um hospício!

    Quanto mais invenção e mentira, mais se afundam na lama.

    Deu pra ti gedelti
    .
    .
    E a barba, pr. Gil? Não dizem eles ser sinal de autoridade e ministério? Porque o “homem de terninho” da oubra não pode aparecer com barba? Sim, entendi: esses formatados são meias-solas mesmo: nada de autoridade e nem de ministério…

    Que Obra maravilhosa, hein Gedelti?!

    CV.

  5. Lúcia Helena disse:

    Olá! CV e irmãos,

    Realmente esse lugar é de trevas! Nada tem de coerente, muito pelo contrário revelam e desrevelam a bel prazer…

    O Conformismo de quem está por lá é de arrepiar! Não conseguem raciocinar, discernir o que está por de trás da “nuvem de fumaça” que espalham pelas unidades locais.

    No livro de Mateus Jesus nos ensina a não julgar os outros, mas nos coloca em alerta para nós analisarmos os falsos profetas. Isto é, raciocinar e praticar o ensino dEle, para não sermos enganados pelos tais mestres da lei.

    Muitos preferem ficar acomodados por medo de darem um passo a frente, isto é, um passo de fé em acreditar somente na Palavra de Deus, demonstram que sua fé é dependente da fala de homens para caminhar nessa vida. Infelizmente, não sabem o que é caminhar com a Trindade!

    Preferem sofrer a ruína do que tomarem uma posição mais arrojada em prol das suas vidas emocionais, espirituais e familiares. Preferem viver na escassez do homem do que na abundância do Espírito Santo.

    Pobre membresia! Só Deus para operar o milagre do entendimento na vida desses irmãos…

    Muitas pessoas não recebem o melhor de Deus porque são viciadas na aprovação dos outros. Ainda que saibam qual é a vontade de Deus para suas vidas, não a acatam porque têm medo de que seus amigos possam não entender ou concordar.

    Em Gálatas 1:10 Paulo diz: “acaso busco eu agora aprovação dos homens ou de Deus? Ou estou tentando agradar a homens? Se eu ainda estivesse procurando agradar a homens, não seria servo de Cristo”.

    Portanto, a minha pergunta é:

    Que tipo de servo é você, que está ainda nesse lugar (icm)?

    Saudações em Cristo!

  6. mary disse:

    haja capa nesta organização, rs.
    mas vamos tentando abrir os olhos, paladar e olfato de nossos irmãos.

  7. […] (2) – A Linguagem do não-pensamento […]

  8. Espelhos… disse:

    […] O mágico dos malabares NUNCA quis pensar bíblica, doutrinária e teologicamente; mas impediu a educação teológica formal e impôs o teologismo (falsa teologia). Infelizmente, desde o início a ideologia Obra como forma de vida andou no centro dos erros, espalhou o medo, gerou meias-solas mercenários, impôs o ministério cima dos dons e oportunizou banquete de ladrões de dízimos, inclusive. O Diabo balança o rabo neste poço de iniquidades. […]

  9. A Implosão disse:

    […] Estamos falando de eclesiasticismo herético na iminência de implosão (isto funciona de dentro para fora), como efeito da linguagem do não-pensamento (LNP) conseguindo, individualmente, implodir a fé em Cristo Jesus à medida que a LNP abre portas na mente, engana e escora o falso profetismo.

    Não duvide: por ser avarento, autodefensivo, formatador e herético, o gedeltismo é expressão de anticristos. Narcisismo! Por sua vez, como fruto da LNP o falso profetismo consegue implodir a bíblica crença nos chamados “dons espirituais” (At. 1.8; 1 Co. 12.1ss.). Ciclo vicioso.

    O gedeltismo implodiu a Instituição, algo como um desejo de destruir para recomeçar (intento maçônico ocultista).

    http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/12/bando-de-fariseus/comment-page-1/#comment-7720 […]

  10. LUis Gustavo disse:

    Essa oubra sempre foi uma farsa. Estou livre no Salvador e no Eterno. O Sr GG vai ter que dar muitas explicações ao Eterno naquele grande dia. E esse é o meu consolo.
    Espero que mais irmãos se libertem e leiam as Escrituras.
    “Sai dela povo meu”.
    .
    .
    Olá, Luiz Gustavo.

    Bem vindo.

    A banda podre, os donos de balcões de negócios e os Judas maranatizados estão profundamente enraizados na Maranata. Mamam nas tetas da rainha desfigurada, arrotam e dizem: Nenhum mal fizemos.

    As Denúncias do MP-ES apontam Gedelti Gueiros na condição de “vértice da pirâmide do crime” em uma “sofisticada organização criminosa”. Daí as siglas VPC da SOC. Então a iniquidade começou a derramar e espalhou o espanto e o horror. Esgoto a céu aberto.

    Bem antes da concentração de maranatas na Pç. do Papa em Vitória-ES foi publicado o artigo

    http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/o-desfile-final/

    http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2013/03/o-fio-de-escarlate-nao-aguentou/

    E foi dito que Gedelti entraria em sombras e vitupérios. Logo a seguir o desastre…

    Leiam e observem as datas…

    http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2013/03/prisao-de-pastores-da-maranta/

    http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2013/06/fundador-da-igreja-maranata-e-detido-e-presbiterio-e-interditado-no-es/

    http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2013/05/maranata-19-denunciados-por-estelionato-formacao-de-quadrilha-e-duplicata-simulada/

    Mais em
    http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/a-caminho-do-inferno/

    “O SENHOR é minha justiça.”

    CV.

  11. Cavaleiro Veloz disse:

    Incrível como o gedeltismo (ideologia Obra como forma de vida) conseguiu introjetar jargões na mente da membresia:

    eternidade… consolidar as doutrinas da Obra… grito maranata… além da letra… revelação no Corpo da Obra… servo devedor… servo da Obra… marcas do passado… dons do ministério…. Obra revelada… cospel… devedor da Obra… mensagem revelada… Obra no Leste Europeu… fora do Corpo… caído da Obra… absorvam a Obra!… corpo da Obra… cuspindo no prato que comeu… consulta à Palavra… fundamentos da Obra… jogando pedras… porta da eternidade… mordomia na Obra… pecar contra a Obra… aperfeiçoamento dos dons… estatuto é só pra constar… Obra de revelação… inimigo da Obra… negou a Obra… ungido do Senhor… igreja fiel… fio de escarlata… mescla… Obra filho único… momento profético… pastor não recebe salário… valente da Obra… sirvo ao Deus vivo… senhoras de frente… senhora de Obra… senhora valente… viver no Corpo… andar na revelação… clamor pelo sangue de Jesus… bichada, bichada… experiência de Obra… absorvam a Obra… não olha para o homem… meia sola… clamor pela Obra… ficar no ninho… servo do Deus vivo… não toqueis no ungido… fundamentos da Obra… dificuldade… Obra de Saul… Obra de Davi… a Obra é a minha vida… comido de bichos… imagem da Obra… desacertado… quem sai da Obra cai no mundo… mescla… movimento… defesa da Obra… companheiro… quarta trombeta… Obra de valentes… ficai na posição… odeio parentes… caído da Obra… quem sai da Obra não leva Jesus nem o Espírito Santo… cospe no prato que comem… esta é a minha Obra… não expor a Obra… servo fiel… a Obra tem uma doutrina completa… quem sai da Obra perde o rumo…. vai ser comido de bicho… quem me dera que o Brasil aceitasse a Obra… a verdade está na inocência…

    Leiam

    http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/desertores-quem-sao-e-onde-estao/comment-page-4/#comment-6561

    Não duvidem da imagem atual da Obra, impossível de ser maquiada.

    http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/a-obra/

    http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/missao-impossivel-maquiar-a-imagem-da-maranata/

    Neste contexto existem dezenas de frases girando na mente dos emissários dos interesses do palácio da rainha desfigurada. Leiam

    http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/frases-que-voce-nunca-deveria-ter-dito/

    O egrégoro OBRA lateja na alma de cada formatado(a) icemista [ic(e)m+ista)] noite e dia e ele nem percebe. Por isto é necessário ATITUDE daquele que deseja romper com o sistema.

    https://obramaranatarevelada.wordpress.com/2014/10/14/obra-maranata-os-membros-passaram-a-viver-gravitando-em-funcao-dos-caprichos-e-melindres-desse-egregoro-obra/

    O formatado idiotizado é capaz de deixar a família por causa de Obra… Obra… Obra… Obra… correr atrás de Obra… Obra… Obra… Obra… falar Obra… Obra… Obra… Obra… desprezar os amigos e familiares por causa de Obra… Obra… Obra… Obra… deixar de trabalhar por causa de Obra… Obra… Obra… Obra… inventar dons espirituais parecendo estar cheio de Obra… Obra… Obra… Obra… entregar mensagens no figurino de Obra… Obra… Obra… Obra… se vestir no modelo de Obra… Obra… Obra… Obra… e sei lá mais o quê.

    Os pastores desta Obra não recebem salário. Não?! Sério?!

    https://cavaleiradaverdade.wordpress.com/2015/04/22/os-pastores-da-obra-nao-recebem-salario/

    Pior acontece quando descobre que não dá mais… chega! e precisa sair de lá; mas fica emocionado e com saudades do culto profético, saudades da EBD, saudades do Maanaim, saudades dos louvores revelados… saudades… saudades… saudades… exatamente como a mulher de Ló.

    Tanta saudade que fica parado como uma estátua no espaço e no tempo.

    “O SENHOR é minha justiça.”

    CV.

  12. Rosannia Kinsley disse:

    A avareza dos membros do Presbitério mostrou o poder dos corruptos e a formação de quadrilhas. Essa avareza está enraizada na Instituição.

    Ofertas de produtos contrabandeados era comum (agora não sei porque sai de lá envergonhada).

    Fico triste ao ver a Maranata envergonhada na Sociedade enquanto o Nome de Deus é blasfemado entre os não crentes. Pior que falta de ÉTICA né pastores? Falsos ungidos… Que unção é essa? Ah! a unção dos homens…. hummmm

    Os FATOS mostram graves problemas criados pelo GG e os “companheiros” nos desvios e para isto existe Ministério Público Estadual e Federal, Polícia Federal e o Judiciário em três níveis da Jurisdição.

    O pior é o JUÍZO FINAL onde não haverá agravo de instrumento, audiência de conciliação, apelação, embargos infringentes… nem chicanas de advogados pagos com dízimos da Instituição (com que deveriam favorecer e socorrer os necessitados).

    FALOU DEUS E SUA PALAVRA PERCORRE CÉUS E TERRA.

    Avante CVs e auxiliares…

    https://www.facebook.com/rosannia.kinsley/posts/1570570619882714

  13. […] Enganar é fácil e o Diabo lucra! Enquanto Gedelti Gueiros inventa jargões e lança meias verdades entre o povo, esses indivíduos erram por imitação dos erros dos outros e preferem cópias de apostilas e mensagens requentadas; e por não atentarem para o ensino apostólico sobre interpretação e variedades de línguas (1 Co. 12.10, 27,28), inventam línguas de anjos que até o Diabo duvida e fazem pior: num piscar de olhos misturam com interpretação ao gosto do mestre-profeta (1 Co. 14.1,40). Nasce a profetada! […]

  14. Cavaleiro Veloz disse:

    […] Em defesa da Obra a elite da Instituição destaca o DOGMA ministério acima dos dons e noticia a existência de 5.000 igrejas da Obra no País e muitas outras no exterior debaixo mesmo poder religioso. Entendam: a Instituição insiste que este crescimento é Obra do Espírito Santo na Igreja Fiel que persevera na doutrina dos apóstolos e será arrebatada na quarta trombeta.

    Imagine 5.000 igrejas comandadas por formatados levantados pastores em nome do Presbitério pseudocarismático, dominando a membresia com dons no modelo Obra como forma de vida em cada reunião, nas 7 reuniões semanais. Não é difícil calcular os erros em um ano. O que temos?

    28 reuniões por mês, vezes 12 meses > 336 reuniões por ano

    5.000 igrejas vezes 336 reuniões > 1.680.000 dons errados por ano […]

Deixe o seu comentário

Resolva a seguinte pergunta para envio * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.