Apaixonei-me pela OBRA! E agora???

A coleção de apaixonados pela Obra é enorme. Aprenderam isto. Este é o lucro do investimento nessa paranoia religiosa. Dia a dia a ideologia Obra como forma de vida (criação de Gedelti Gueiros e fomentada pelos falsos profetas e mestres de plantão) os faz repetir OBRA… OBRA… OBRA…

A postagem enviada em 02/05/2012 as 9:35 por Ovídio narciso declara o amor pela OBRA:

“Caídos,bando de caídos.Conheço centenas de ex-maranatas,todos caíram devido à desobediência ao PES;e se caíram ou foram expulsos é para se cumprir o que está na bíblia, que o joio cresceria junto com o trigo. cAIDO É arvor daninha.Ademais, a biblia diz que o cair édo homem, e o levantar é de Deus ao qual eu conheci atravez da OBRA.só a OBRA levanta.voltem para casa do Pai…. rsrsrsrs”

DOENTES!

Cansado de ler ofensas aos retirantes, deletar era o mais fácil e rápido; mas ao longo do dia, entre um compromisso e outro, lancei alguns rabiscos. E publiquei (pensando em aproveitar como artigo…).

Daqui em diante a minha resposta:

“Caídos,bando de caídos” que são e onde estão?

Causa admiração a cegueira declarada nesta postagem.

Escute, moribundo e lhe mostrarei onde estão e o que alguns caídos, formatados, maranáticos, meia-solas remendados e outros valetes (escrevi valetes) fazem na cegueira espiritual e dureza de coração em que se encontram prestes a serem lançados no inferno (gr. hades):

alianças com políticos; autodefesa; avareza desmedida; bancas de negócios; contrabando; conspiração de pastores orkuteiros; corporativismo; demandas judiciais em defesa da imagem; desestruturação familiar; dissimulações; divórcios; estelionatos; dominação do rebanho; falta de transparência; heresias malignas; instigação do ódio religioso; manipulação do rebanho; meias verdades; mitos religiosos; negativa de regimento interno; perseguição aos desafetos; pirâmides de containeres , profetadas, quebra de promessas e revelações que não se cumprem. Implosão!

E assim ficou A OBRA.

Escute outro argumento falacioso: “o joio cresceria junto com o trigo”. Então, Ovidio, V. aponta dedos contra nós e acaba confessando que lá dentro do ninho existe joio, não é? E confessa que faltou discernimento? E confessa que os Judas conseguiram enganar os mestres e profetas “desta OBRA”? E confessa que Judas beijam Judas nos banquetes de ladrões? E confessa que a ladroagem se estende por anos? Então, existe estelionato religioso ente eles, não é?

O despudor essa elite icemista pseudocarismática não perturba?

O esgoto do palácio da rainha desfigurada está escancarado aos olhos da Sociedade. Os Judas estão no caminho da FORCA. Ovídio, os seus argumentos nada mais são que FALÁCIAS. Por isso a necessidade de intervenção do Ministério Público (Estadual e Federal). Quando cessa a Graça o Juízo começa.

Pior! V. vem dizer que conheceu Deus “atravez da OBRA”, querendo dizer que “esta OBRA” apresenta Deus aos homens!!! Ora, levando-se em conta a corrupção acima descrita e em investigação, cabe a pergunta: que deus é esse? Então, V. está dizendo que o deus “desta OBRA” é cego e corrupto? E V. se vangloria desta cegueira e corrupção? E que cegueira! E que corrupção!

Ovídio narciso, quer saber? Em muitos de nós – caídos, expulsos, filhos do diabo, malignos (como muitos dos pastores nos tratam), sim! em muitos de nós se cumpre a profecia que diz (Jo. 16.1-3 – ênfase nossa):

“Tenho-vos dito estas coisas para que não vos escandalizeis. Eles vos expulsarão das sinagogas; mas vem a hora em que todo o que vos matar julgará com isso tributar culto a Deus. Isto farão porque não conhecem o Pai, nem a mim [Jesus].”

Por fim, formatação icemítica é um poço de iniquidades: meia-solas reformados foram especialmente gerados na doutrina revelada (para serem manipulados) porque “não conhecem o Pai, nem a mim [Jesus]”. Não duvide: o astuto encantador de formatados conseguiu enganar esta geração de icemistas apertada no beco sem saída e no rumo da “operação do erro”.

TRISTEZA!

Voltar? O ninho está sujo, Ovídio…. muito sujo….

NOTAS

Acompanhe em

https://www.facebook.com/CavaleiroVeloz?fref=ts
https://www.facebook.com/velozcavaleiro?fref=ts
https://www.facebook.com/groups/retirante/?fref=ts

Aqui não é lugar para calúnias e difamações. Discutimos doutrinas, heresias e ideias à luz das Doutrinas Fundamentais como um dos capítulos da Teologia.

Atualização em 22.08.2014 às 11:25.

Caso faça cópia ou transcrição dos textos publicados mencione a fonte. Este artigo http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/05/apaixonei-me-pela-obra-e-agora/

Em nome da ética democrática, que a data original e origem da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

Escrever em CAIXA ALTA (letras maiúsculas) é deselegante. Evitem postagens fora do FOCO do artigo.

Imagens colocadas nos artigos como ilustração foram retiradas da Internet (Google) e também dos textos aqui postados, presumindo serem de domínio público. No caso que haja alguma imagem sem os créditos devidos não foi intencional; e, deste modo agradeceria em nos avisar que colocaremos os créditos.

 

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

274 Respostas para “Apaixonei-me pela OBRA! E agora???”

  1. Em teu nome disse:

    Amados Irmãos,

    Gostaria de compartilhar de algumas reflexoes pós ICM, e também lendo mais a palavras do Senhor, e buscando algumas informaçoes de irmaos que estão vivendo outras experiências como igreja, pois como eu, vejo que vários irmãos , tem grande preocupaçaõ em achar uma igreja para congregar… principalmente sendo ex-ICM, temos esse conceito de que temos que estar na igreja todos os dias…

    no inicio não é facil, mas depois descobrimos que a igreja somos cada um de nós, todos os dias, no trabalho, no lar, na rua, é muito mais que paredes, claro que é importante congregar, mas não podemos fazer disso novamente um sistema religioso. (escravo)

    “Todavia, o Altíssimo não habita em casas feitas por homens. Como diz o profeta: “O céu é o meu trono, e a terra, o estrado dos meus pés. Que espécie de casa vocês me edificarão? diz o Senhor, ou onde seria meu lugar de descanso?” (Atos 7:48-49

    “Tende cuidado, par que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vás sobtilezas , segundo a tradiçao dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e nao segundo Cristo.” Colossenses 2:8

    E por último um texto que li essa noite, e que fiquei maravilhada, pois sempre fomos tratados SOMENTE como servos…

    Gálatas 4:7 “Assim que já não és mais servo, mas filho; e, se és filho, és também herdeiro de Deus por Cristo.”

    Interessante essa mensagem acho que nunca foi lida na ICM. Amém
    APSJ
    .
    .
    Amada irmã em Cristo Jesus,

    Este é o foco e a nossa insistência neste blog:

    Deus enviou o seu Amado Filho Jesus, para nos libertar da angustiosa escravidão da Lei cuja forma maior era bos revelar o pecado.

    Sim! Ele nos enviou o “Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”, na profecia de João (Jo.1.29) e não para trocar a escravidão da Lei por outra, por exemplo esse gedeltismo pseudocarismático que ai está.

    O Amado Jesus – desprezado e odiado por muitos religiosos – com sua ressurreição mudou a nossa condição de escravos da Lei para a de “filhos de Deus”.

    Porquanto está escrito (Rm. 8.14-17 – ênfase nossa):

    “Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus.
    Porque não recebestes o espírito de escravidão, para viverdes, outra vez, atemorizados, mas recebestes o espírito de adoção, baseados no qual clamamos: Aba, Pai.
    O próprio Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus.
    Ora, se somos filhos, somos também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo; se com ele sofremos, também com ele seremos glorificados.”

    Paz

    CV.

  2. Feriado prolongado ou feriadão

    CV e irmãos,

    Qual brasileiro não gosta de um feriado? E se for na terça ou na quinta, melhor ainda porque damos aquela esticadinha. Feriado prolongado ou feriadão já faz parte da nossa cultura, do nosso vocabulário e calendário escolar.

    Que alegria! Tudo programado para quatro dias longe das atividades escolares e profissionais.

    Mas…existe um grupo de brasileiros, na verdade um grupo muito pequeno, que tem essa alegria frustrada.

    Estou falando dos brasileiros incautos, como nós fomos um dia, que caíram no canto da sereia maranática. Foi um canto tão encantador que atraiu a milhares para uma verdadeira arapuca. Dali, a prisão foi fácil, bastando uma dose cavalar de LNP e pronto lá estavam os escravos maranáticos. http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2009/11/a-linguagem-do-nao-pensamento/

    Quem aqui já não viu seus planos de feriadão serem frustrados dentro da seita maranata? Planejávamos visitar parentes, fazer uma pequena viagem, descansar, dar uma organizada ou faxina na casa, e, quando estava tudo pronto,… de repente… a dois dias antes do feriado, anunciavam um inesperado “seminário especial”, que de especial não tinha nada, lançando toda nossa programação por terra.

    Lá se iam a alegria, os preparativos e vinham os prejuízos e o dilema:

    -Continuar com a programação ou cumprir a revelagem papal?

    -Se não cumprisse a revelagem papal, a consciência e o peso da culpa por não estar obedecendo a uma suposta orientação do SENHOR era certeira e nos consumia.

    Devido a paixão e devoção à obra e para se livrar do peso ENORME da CULPA, acabávamos cedendo aos caprichos papais do pes.

    Que sofrimento, irmãos! Quem aqui não se lembra disso e ainda sente uma ponta de dor no peito que só sai com o tempo?

    Quantos foram os feriados prolongados dentro daqueles galpões iguais aos do Jim Jones, ouvindo a mesma aula, as mesmas piadas dos mesmos meias solas, comendo o mesmo sopão, com o mesmo fanatismo e idolatria obráticas?

    Que alienação e perda de tempo!

    Irmãos, como devemos ser gratos a Deus por tão grande libertação!

    Mas voltando às vítimas desses seminários especiais e repentinos, sabemos que os jovens são as mais visados na hora inventar tais encontros que só servem mesmo para satisfazer aos caprichos do pes.

    E, hoje, com o mesmo público alvo definido (jovens) e o domínio nas mãos, está decidido:

    Dia da República será comemorado nos galpões maranáticos.
    E lá se vão os jovens entregar mais um dia à uma seita que não quer nada mais do que sugar a fase mais bela, alegre e vigorosa de suas vidas.

    E ali eles ouvem homens, que chegam a derramar lágrimas de crocodilo, para convencê-los a acreditar em suas profecias mentirosas que nunca se cumprirão.

    Quantos jovens envelheceram acreditando em promessas de que ali naqueles galpões estava seu futuro cônjuge? E depois, além da dor e desilusão de ver todos os seus sonhos frustrados, ouviam piadas dos mesmos meias solas que profetizaram mentiras em nome de Deus.

    Amados irmãos, jovens em especial, livrem-se desta prisão enquanto é tempo. Daqui a pouco o vexame de pertencer a uma seita como esta vai ser muito maior. Fiquem fora disso!

    Não percam o vigor da sua juventude se dedicando a uma seita que usa você conforme seus interesses, e, depois se desfaz como a um copo descartável.

    Foi assim com muitos e com você não será diferente.

    Busquem uma direção de Deus na Palavra!
    Existe vida fora desses galpões.

    Existe um Deus que diz em I João 2:14
    “…Eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de Deus está em vós, e já vencestes o maligno.”

    É Deus quem diz que vocês são FORTES e já venceram o maligno, portanto, não há o que temer.

    Saim! Sejam fortes!

    À “Uma Jovem dos olhos de Deus”, deixo um recado,

    Querida irmã, ninguém aqui vai puxar sua orelha. Não estamos aqui para isso. Se o Espírito Santo te convenceu, quem somos nós para proferir julgamento e correção?
    Parabéns pela coragem e firmeza! E que Deus continue a abençoá-la ricamente.

    A paz do Senhor Jesus a todos e bom feriadão.

    Eurípia inês.

  3. eduardo gil vasconcellos disse:

    A Irmã do comentario 49 14/11/2012 ás 22:24 ,a Jovem dos Olhos de Deus ,não tem nada para se envergonhar.

    Deus é amor, misericórdia e compaixão, siga em frente, há muitas coisas maravilhosas da parte de Deus para alcançar.

    Fique tranquila, o Senhor é Quem nos sara.

    um abraço fraternal

  4. Hora da verdade disse:

    Amada irmã Uma jovem aos olhos de Deus
    Uma coisa que aprendi ao sair da seita foi: Quem sou eu para julgar alguém?
    Amada, infelizmente o que aprendemos ao longo de muitos anos de formatação foi que éramos melhores do que os outros e em tudo éramos os certos e por isso podíamos fazer nossos julgamentos.
    Quanto erro!!!
    Hoje, após despertar do sono icemitico podemos perceber quanta injustiça cometemos e o quanto fomos insensíveis e cruéis em nossos julgamentos, pois em alguns casos fomos até mesmo responsáveis pela dor de alguns irmãos.
    Se temos que puxar alguma orelha,será a nossa própria, pois por diversas vezes fomos levados a fazer algum “comentário” sobre alguém e que levou esse alguém a ser, digamos, punido.
    Hoje aprendemos que Deus nos ama incondicionalmente,que é misericordioso e está sempre pronto a nos perdoar, então por que não fazermos o mesmo? Assim é fazer parte da Igreja de Deus, Corpo de CRisto.
    Graça e Paz

  5. Alandati disse:

    A VELOCIDADE MÉDIA DO CRENTE ENCERADEIRA NA OBRA!

    Vamos estudar Física?

    Hoje, repassaremos alguns conceitos básicos de CINEMÁTICA!

    Sempre quando explico essa matéria, digo para os que se colocam na posição provisória de alunos, que a CINEMÁTICA é um filme, que tem a velocidade como artista principal, visto que o significado é exatamente esse: estudo da velocidade dos corpos físicos.

    Essa analogia é interessante, pois podemos entender que o movimento dos corpos não tem fim no universo, e o que se estuda, na cinemática, não é o conjunto de movimentos infinitos dos corpos, mas de um ponto a outro, como se fosse extraído um filme (de cinema mesmo) relacionado ao movimento. Por isso, que vemos sempre as separações de “ponto inicial”, chamado de P(0), e “ponto final”, denominado P(f), ou simplesmente P.

    Bem, a definição da nossa artista, velocidade, é a frequência de mudança de posições em um determinado tempo. Parte-se de um ponto zero inicial, e simplesmente dividindo qualquer posição estanque pelo tempo medido até ali, encontramos a velocidade instantânea.

    Por muitas vezes, no exercício que estuda um movimento, é útil substituir várias velocidades instantâneas por uma velocidade média, que tem a finalidade, como o nome já diz, de trazer uma ideia mediana do comportamento do movimento em determinada variação de tempo.

    Essa mudança de posições é chamada de “deslocamento”, o famoso ΔS. O “S” se refere a espaço (space), que, para melhor entendermos, substituímos pelo seu sinônimo, que é posição.

    A variação de tempo, por seu turno é representada por Δt, que nada mais é do que a diferença de um tempo final por um tempo inicial, previamente definidos, e que será objeto daquela observação.

    Em fórmula então, a velocidade média fica assim:

    Vm = ΔS / Δt

    Bem, o nosso intuito, obviamente não é simplesmente relembrar conceitos de Física, então já partiremos para aplicação do que revimos, sobre velocidade média, para mostrar algo interessante sobre a obra maravilhosa gedeltiana.

    Vem comigo!

    A obra não muda, meus amados! As doutrinas são as mesmas desde quando começou. Os interesses sempre foram bem definidos a respeito do que sempre se quis nesses quarenta e quatro anos de existência, e por certo, não estão no conhecimento da verdade bíblica por parte de ninguém, e isso nunca mudou em nada!

    Partindo dessa afirmação, concluímos que o ΔS (deslocamento) da obra é nulo, pois a POSIÇÃO ATUAL da obra é IDÊNTICA à POSIÇÃO INICIAL da obra, há quarenta e quatro anos atrás. Com isso, eu não estou querendo dizer que, por vezes, a obra não tenha inventado coisas no meio da trajetória, sendo que podemos citar algumas aqui, aquelas revelações das quintas-feiras, antes ter cultos em praças e hoje não, o levantamento de diáconos não casados, ou ainda, a mais nova invenção, que é o chatélite.

    Mas, a despeito dessas invencionices, ela gira em círculos, sempre em volta das heresias, e com os olhares para o cofre, que fazem com que sempre retorne à linha de largada, ou seja, no mesmo ponto em que iniciou o “movimento”. Xi, e eles que não gostam de ser chamados de movimento, hein?

    Para quem não entendeu ainda, dou o exemplo de uma corrida de atletismo, onde o circuito é oval, e o atleta começa a trajetória em um ponto e termina no mesmo ponto. Para esses casos, o deslocamento de um ponto a outro, sendo o mesmo da inicial, é NULO, ZERO!

    Aplicando a matemaranática básica então, chegamos ao cálculo, para se obter a velocidade média de um corpo (formatado) que viva na obra, sabendo que seu deslocamento é nulo (zero):

    Vm = ΔS / Δt =

    0 / Δt =

    0 (nulo)

    Só para reforçar que qualquer divisão cujo dividendo, o numerador, o que fica em cima da razão, seja zero, dá resultado zero, visto que não se pode dividir aquilo que não exista! Se eu tenho zero laranjas para dividir com duas pessoas, vão ficar zero laranjas para cada uma!

    Viram então que, dentro da cinemática, a velocidade média da obra é NULA?

    Engana-se quem afirma que não se andou! Vai dizer isso para o atleta que correu e se esforçou isso? Com certeza ele está extremamente cansado, mas o conceito físico de velocidade média desconsidera o que tenha sido feito durante a trajetória, sendo que considera apenas o ponto de partida e o ponto de chegada, e cruelmente, por mais estranho que seja, se os mesmos coincidem, o deslocamento é nulo!

    De igual forma, tenta falar para um formatado maranata de carteirinha que o seu deslocamento na obra é nulo, e consequentemente a sua velocidade média é zero! Ele vai sair cuspindo marimbondo em cima de você! Na verdade, é isso mesmo que temos contemplado na prática, não é mesmo?

    Contudo, não há equívoco nenhum nessa afirmação, nem físico nem conceitual, visto que os “corpos” (icemitas) dos que supostamente estariam se deslocando, mas só estão girando em torno de um ponto, sempre voltam ao mesmo lugar, e portanto seus movimentos representam deslocamento igual a zero. Veja: são sectaristas, facciosistas, arrogantes, prepotentes, preconceituosos, discriminadores, apaixonados, cegos, etc, e sempre foram assim, nunca mudando a postura, por mais que se movimentem de um lado para outro, de reunião em reunião, de seminário em seminário, de evangelização em evangelização, de chatélite em chatélite!

    Por isso, eu uso como ilustração um utensílio doméstico antigo, que se chama enceradeira. Os mais novos não saberão o que é, pois não é quase visto mais, mas era útil para espalhar cera sobre os tacos de madeira, que eram os que compunham o principal tipo de piso utilizado nas residências antigamente, visto que o piso frio era algo chique e caro, sendo privilégio só para poucos. Com a diminuição do valor dos pisos frios, de cerâmica, aqueles tacos de madeira foram substituídos por esse, bem mais prático até para limpar, e a nossa enceradeira perdeu a sua utilidade na grande maioria das casas, sendo hoje mais usada industrialmente.

    Era comum dizer que quem não saísse do lugar, com relação a uma postura na vida, fosse chamado de “enceradeira”, pois a mesma gira em torno de um eixo e não se movimenta, visto que o seu objetivo é apenas encerar e não se locomover.

    Bem, encerramos (não enceramos, hein? Não confundam!) aqui mais uma aula, e desejo a todos uma boa prova, pois estamos quase terminando o nosso período letivo.

    Boa Sorte!

    Professor Alandati.

    Publicado em http://diganaoaseita.wordpress.com/2012/11/17/a-velocidade-media-do-crente-enceradeira-na-obra/

  6. Snaiper disse:

    Tenho observado que a ICM tem realizalizado umas vigilias e na mesma tem ocorridas mudanças na forma de culto, muita GLORIA a DEUS tipo igrejas pentecostais bem radicais. Ora antes eram contra essas manifestações e agora estão aderindo??? Dizem que no Manaain esta rolando até sapatiado?

    Confesso que fiquei escandalizado em uma vigilia que participei, nada contra os pentecostais ( fui de igreja tradicional e depois fui pra ICM) custei a me adaptar a forma de culto, mas agora vejo uma grande divergencia em tudo o que foi pregado neste 15 anos que eu participei, digo participei pois nunca tive vontade de fazer parte dos da frente por saber que o modo de vida que levavam eu não teria condição de viver, então fui um mero esquenta banco como dizem, mas Deus pela sua misericordia nunca me abandonou.

    Hoje vou na ICM mas de antena ligada e o filtro também,para o que esta sendo pregado, me sinto bem lá, creio que Deus pode trazer uma palavra ali como em qualquer outro lugar onde haja uma busca sincera. Mas as vezes me sinto perdido em meio a este monte de Placas de igreja e denuncias fraudolentas, se fomos analizar no contexto do pais podemos citar mais umas 5 que passaram por isto, não estou defendendo a ninguém…

    Estou orando a Deus pra me dar a direção para um local onde possa me reunir em comunhão, não ter que sofrer por causa da demora e burocracia dos cultos, não me escandalizar com o Gloria Deus e Alelulia como se fosse um gol em um estádio de futebol, não duvidar de um dom profetizado por alguem que nem conheço, enfim meu caro gostaria da opinião do amigo sobre o que estou passando. ão vou acatar as suas palavras pois creio que Deus é que nos dá a direção, mas como parece ser um entendido da palavra queria uma opinião para formar a minha.

    Acho que melhor coisa seria ler a palavra em casa e buscar a Deus, mas não consigo, preciso de um incentivo, consigo orar as vzs até leio a palavra mas me sentindo fraco e sem direção.

    O que o caro Cavaleiro poderia me dizer da IEL? caso queira falar.Também queria a opinião sobre a IEL, e mudança nos cultos da ICM. Não me identifiquei, caso queira me responder pode me chamar de Snaiper, busco acertar o alvo eterno. Amém.
    .
    .
    Snaiper,

    A aranha constrói a teia mas consegue se movimentar nela.
    Alguns crentes conseguem construir teias e ficam presos.

    Meu amado irmão, suas palavras se nos oferecem a compreensão de que V. gira ao redor de si mesmo. Algo doentio, como narcisismo religioso.

    Não duvide: saia deste CÍRCULO VICIOSO!

    Recomendo o escudo sincero do livro CURAI ENFERMOS E EXPULSAI DEMôNIOS (T. L. OSBORN)

    Saúde

    CV.

  7. Renata Oliveira disse:

    Aqui no interior de São Paulo, nas tais vigílias “maranáticas”, os fiéis estão levantando aos mãos para cima e gritando o nome da igreja:
    “MARANATA, MARANATA, MARANATA!!!!!!!!!!!”.
    Parece que é prática corriqueira no Maanaim de Uberlândia (MG). Isso quem me contou foi uma pessoa que ainda frequenta lá. Fiquei horrorizada… Não sei onde essa palhaçada vai acabar. Temo por alguns familiares que ainda estão por lá.
    .
    .
    Olá, Renata.

    Graça e paz em Cristo.

    Gedelti adoeceu esta igreja.

    Os filhos do gedeltismo gritam MARANATAAAAAAAAAAAA mas estão desesperados, doentes, empanzinados com profetadas e revelagens de sorte que continuam andando ao redor dos erros. E não se arrependem.

    Que obra maravilhosa, hein Gedelti?!

    http://g1.globo.com/espirito-santo/noticia/2012/11/mp-cumpre-mandados-e-investiga-desvios-de-dizimos-em-igreja-no-es.html

    http://g1.globo.com/espirito-santo/noticia/2012/11/justica-afasta-cupula-da-igreja-maranata-no-es.html

    http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/11/noticias/cidades/1377487-fundacao-comprava-ate-remedio-superfaturado.html

    Retirantes, lembrem-se da mulher de Ló.

    Sei de algo bem certo: o som do TAMBOR chegou aos ouvidos de milhares deles http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2009/12/eu-e-o-meu-tambor/ e muitos não mais poderão dizer: NINGUÉM ME AVISOU.

    CV.

  8. Alandati disse:

    A LENDA DO FLAUTISTA MÁGICO DA OBRA!

    O Flautista de Hamelin é um conto folclórico, reescrito pela primeira vez pelos Irmãos Grimm e que narra um desastre incomum acontecido na cidade de Hamelin, na Alemanha em 1282.

    Reza a lenda que a referida cidade sofria com a infestação de ratos. Um dia, chega à cidade um homem que reivindica ser um “caçador de ratos” dizendo ter a solução para o problema. Prometeram-lhe um bom pagamento em troca dos ratos – uma moeda pela cabeça de cada um. O homem aceitou o acordo, pegou uma flauta e hipnotizou os ratos, afogando-os no Rio Weser.

    Apesar de obter sucesso, o povo da cidade abjurou a promessa feita e recusou-se a pagar o “caçador de ratos”, afirmando que ele não havia apresentado as cabeças. O homem deixou a cidade, mas retornou várias semanas depois e, enquanto os habitantes estavam na igreja, tocou novamente sua flauta, atraindo desta vez as crianças de Hamelin. Cento e trinta meninos e meninas seguiram-no para fora da cidade, onde foram enfeitiçados e trancados em uma caverna. Na cidade, só ficaram opulentos habitantes e repletos celeiros e bem cheias despensas, protegidas por sólidas muralhas e um imenso manto de silêncio e tristeza.
    Na versão original, que surgiu provavelmente na Idade Média, nos territórios que formariam a Alemanha, o final não é nada feliz, pois descreve que, o flautista depois atrai as crianças para um rio onde elas morrem afogadas, tal qual fez com os ratos.

    Fonte: Wikipédia

    Vamos reescrever essa lenda com os dados atuais:

    O Flautista de Poucochin é um conto folclórico, reescrito pelos Irmãos GG(soco no rimm) e que narra um desastre incomum acontecido na cidade de Poucochin, no Brasil em 1967.

    Reza a lenda que a referida cidade sofria com a infestação de “ratos”, que seriam as maldades, pecados, mentiras, mazelas desse mundo, e ainda, ligado ao meio eclesiástico, o tradicionalismo engessado e os movimentos dirigidos pela vontade humana. Um dia, chega à cidade um homem que reivindica ser um “caçador de ratos”, dizendo ter a solução para o problema, ou seja, teria uma fórmula de sucesso, a qual denominou de “obra”, que estaria isenta de todo tipo de “rato”.

    Prometeram-lhe um bom pagamento em troca dos ratos – uma moeda pela cabeça de cada um. Aí residiu a motivação única para que o flautista acreditasse em sua empreitada, a grande lucratividade de sua obra. O lucro per capita se tornou o seu mister.

    O homem aceitou o acordo, pegou uma flauta e hipnotizou todos quanto podia, afogando-os em um tal entendimento de obra, que promovia o sectarismo religioso, o facciosismo entre os membros, a politicagem, a discriminação, o preconceito, a dissenção, a intolerância às diferenças, o incentivo ao ódio, o terrorismo de tudo que era externo, as inúmeras heresias, as apostasias, os acobertamentos, as injustiças. A técnica usada para a hipnose foi a LNP-Linguagem do Não-Pensamento, que, em resumo, promovia a eliminação da razão do sujeito, desencorajando-o a questionar tudo aquilo que vinha do “som do flautista”, sob risco de execração pública. A sentença mágica sempre dita, e inquestionável era: OSSINHORREVELÔ.

    Antes de fundar a sua obra, o flautista, que por sinal é pertencente à família GG(soco no rimm), teve uma recusa ao seu jeito ggenuíno de ser, o que fez com que o homem deixasse a cidade onde estava, visto que não era mais bem quisto por lá, vindo a retornar algum tempo depois à cena, mas já na cidade do Poucochin.
    O curioso foi que os habitantes estavam na igreja, quando o flautista tocava novamente e incessantemente a sua flauta mágica, atraindo desta vez as crianças de Poucochin. Essas crianças, na verdade, eram pessoas desconhecedoras de Bíblia, e que foram enfeitiçadas e trancados em uma caverna, pois não recebiam luz da Palavra, nem tinham acesso ao convívio sadio e importante eclesiásticos de outros pertencentes a cidades distintas, ou seja, viviam em um assombroso isolamento.
    Na cidade, para os que perderam as suas crianças (parentes e amigos enfeitiçados) só restou silêncio e tristeza, pois não podiam mais contar com o convívio social daqueles que teriam sido hipnotizados pelo flautista mágico. Não adiantava argumentar, porque o feitiço era forte demais!
    Tomara que o flautista, que enfeitiçou e atraiu as crianças para a caverna, não consiga levá-las para o rio, onde elas podem morrer afogadas.

    A ironia é que tudo começou com a promessa do flautista mágico em promover algo totalmente distinto do que existia antes, ou seja, “caçar todos os ratos”, mas infelizmente, o seu intento não era legítimo em ajudar a população de Poucochin, visto que passou a hipnotizar crianças, enfeitiçando-as e trancando-as em uma caverna. Tudo porque buscou com primazia o bom pagamento da recompensa. Ou seja, é notório que, para o flautista mágico da obra, todos os obstáculos vão ser ultrapassados, para que a satisfação financeira seja atingida, não importando mais absolutamente nada!

    Que lenda triste e cruel!

    Foge do som dele, povo meu!

    A Paz do Senhor Jesus a todos!

    Alandati.

    Publicado em http://diganaoaseita.wordpress.com/2013/02/25/a-lenda-do-flautista-magico-da-obra/

  9. MARIÁ disse:

    …………— Coitado do Rei… Está nu!
    Os homens e as mulheres do povo, conhecendo que o menino não era nem falso e nem tolo, começaram a murmurar… e logo a seguir, como numa onda, em altos brados repetiam:
    — O Rei está nu! O Rei está nu!
    O Rei, ao ouvir aquelas vozes do povo, ficou furioso por estar tão ridículo! O desfile entretanto devia prosseguir, de modo que se manteve imperturbável e os pagens continuavam a segurar-lhe a cauda invisível.
    Depois que tudo terminou ele voltou ao Castelo Real de onde nunca mais pretendia sair. Mas, como sempre acontece, uma semana depois o povo já havia esquecido o escândalo, e os funcionários do reino seguiam como se nada houvesse acontecido: Os cargos continuavam a ser distribuidos entre as mesmas duas ou três famílias e seus agregados; os impostos sonegados; o desvio de verbas continuava em alta, enfim, tudo voltou ao normal.(
    Hans Christian Andersen Versão livre: Alfredo Braga)….

    Encaixa muito bem esse texto para o momento atual da ICM… a liderança esta nua… sem moral alguma pra falar da palavra de DEUS,!.não adianta mais ir ao púlpito…. nada do que fizerem mudará o que sinto por vcs.. quem tem de sair da ICM… são este tipo de pessoas. Pra mim não são mártires. nem exemplo algum.. deixa de iludir as ovelhas..não ve~em que estão nus…? foram exposto o que há de pior da natureza humana.. Estou orando sim , pra que DEUS continue colocando a luz . .o que esta oculto. as maracutaias… as falsidades.. que venha com urgência o INTERVENTOR.. que DEUS esteja com ele.. NÃO AGUENTAMOS MAIS TANTO IMUNDÍCIA ..E não adianta ficar fazendo protesto contra gazeta, promotores… DEUS esta neste assunto…chega!! basta!!! A VERDADE É FORTE! DEUS ESTA NA BATALHA A FAVOR DE SEU POVO FIEL! OS ENGANADORES ,CORRUPTOS SAIÁM DEPRESSA..
    .
    .
    Olá, Mariá

    Em http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/03/liberdade-de-expressao/ mencionei esta história de Hans Christian Andersen.

    Mais recentemente, em dois artigos que antecederam o desastroso desfile do monarca na Pç do Papa João Paulo II previ que Gedelti desceria do palanque e mergulharia em sombras e vitupério:

    http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/o-desfile-final/

    http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2013/03/o-fio-de-escarlate-nao-aguentou/

    O Juízo vem! O Ministério Público trabalha. O monarca está nu e nem lava os pés. Os descalabros e desvios do palácio da rainha desfigurada exigem prestação de contas.

    Resta o triste fim de jornada de quarenta anos e o clamor é público.

    Sei de algo que fuzila o coração do indivíduo preso nesses grilhões do gedeltismo: se aqueles que dominam esta ICM-PES perderam a vergonha, aqueles que os obedecem e mergulham no poço de iniquidades já perderam o respeito por si mesmos.

    Você nem imagina como é bom exercer “fé em Jesus”, fugir de meias-solas-mercenários, romper com o gedeltismo e ser livre para servir aos irmãos na “constância de Cristo”.

    CV.

  10. Hora da verdade disse:

    Mariá amada
    Sua indignação é notória em suas palavras.
    Infelizmente não há mais saída para o sistema ICM-PES, pois além da corrupção financeira, o Gedelti distorceu as Escrituras Sagradas. Criou uma doutrina revelada além da letra que está matando a fé de muitos. Heresias!
    Não basta um interventor na administração.
    Necessário seria um interventor espiritual para ensinar a Palavra conforme o que Deus disse, mas é algo muito difícil de acontecer, não é?
    Não há quem tome a coragem de dizer basta e se coloque contar o sistema, estando lá dentro.

    Pensar que ha poucos dias estava impedido de colocar a cara na janela, nem bem foi liberado correu pro Maanaim falar as bobagens que sempre falou e a membresia sendo obrigada a ouvir e debaixo de gritos que “aí vem o rei’?
    Perdoe-me irmã, mas a saída que tem é cada um exercer fé em Jesus e tomar uma atitude e adeus ao sistema.
    Aos que são fiéis ao Senhor, saiam daquele ninho sujo.
    Beco sem saída!
    Paz

  11. eduardo disse:

    e a historia se repete

    houve tb uma igreja q formada por homens simples mas escolhidos ninguem sabia por quem, havia muitos sinais conversoes mas houve corrupcao um ladrao no meio deles, o lider por incrivel que pareca foi omisso pois ele sabia e nada fes imagine vcs que ele denunciava erros dos outros tendo dentro da igreja dele este tipo de conduta mas parece que o juiso veio ele foi preso e condenado as ovelhas dispersaram, zombaram dele e aquilo que parecia ser ja nao era mais ,aqueles que tiveram seus erros denunciados por ele se banquetearam vendo sua situacao vc acredita que tinha no meio um grupo que era estudiosos das escrituras vivian por traduzila fielmente e mesmo assim estava no banquete condenando esta igreja que pelo visto estava derrotada no seu fim em ruinas foram condenados por que segundo estes estudiosos eram hereges pregavam aberracoes,coisas que eles liam mas nao conseguia compreender, mas agora estavam la derrotados humilhados algums que eram fieis abandonaram ela outros se esconderam e a justica estava sendo feita e quando tudo parecia consumado esta igreja ressurge mais forte do que nunca mesmo contra tudo e contra todos ,contra a logica contra a razao porque ela foi edificada sobre a pedra de esquina e o inferno nao prevalecera contra ela e aqueles que zombaram tiveram que se render mesmo que rangendo os dentes

    o ninho esta sujo nao è sò a velha aguia no ritual de renovacao por que ela chegou na idade dos 45 anos entao se ela quiser continuar vivendo ela precisa se renovar e so as fortes tem coragem de enfrentar este processo que muito doloroso vc nao imagina arranca se as penas velhas uma a uma depois as unhas uma a uma arrancadas vc ja levou uma topada ja teve uma unha incravada depois quebra se o proprio bico na pedra é o que esta acontecendo com esta igreja que pacientemente aguarda o renovo porque ela nao se acovarda e o renovo vem entao ela sai para o voo inponente vitoriosa se lembra da dor mas ela foi vitoriosa porque os que esperam no Senhor renovaram as suas forcas subiram com asas como aguias correram e nao se cansaram caminharam e nao se fatigaram ela nao teme a tempestade mas ela sabe que ha muito que se fazer ela ainda vai alçar voos muito mais alto e imponente e muitos veram e ranjeram os dentes porque mesmo em meios as pedradas ela esta vendo o céus abertos
    .
    .
    Eduardo

    Bem vindo

    A base da consciência confusa e errada é a enganação.
    http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/3387-2/

    A consciência confusa e errada gera conclusão confusa e errada. Neste campo da enganação a linguagem do não-pensamento abre janelas da imaginação e o falso profetismo irrompe com força destruidora.

    A insistência dos artigos do Blog corroborada em centenas de postagens DENUNCIA a “doutrina revelada” ensinada nos Seminários da Obra, cuja função especial é formatar icemitas manipuláveis e obedientes ao gedeltismo implantado na ICM-PES.

    Este eclesiasticismo heterodoxo está fundamentado em erros doutrinários, espiritualização de frases isoladas das Escritura, heresias, meias verdades, mitos, profetadas e teologismo.

    Conteste.

    https://www.youtube.com/watch?v=D0ljylLRwso
    https://www.youtube.com/watch?v=m_R_UlIcxP0
    https://www.youtube.com/watch?v=0fP4mgV01R8
    https://www.youtube.com/watch?feature=endscreen&v=CKMOBXGn1QU&NR=1

    Outro dia procurei mostrar ao Juliano a impossibilidade de maranata reformada http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/03/estelionato-religioso/comment-page-3/#comment-52133

    Parece que V. acredita em renovação da maranata ou em maranata reformada; mas ignora o FATO de que a história se repete: Gedelti encurralou as ovelhas em um BECO SEM SAÍDA http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/08/beco-sem-saida/

    Porém, V. não consegue demonstrar como essa denominação implodida ficará livre da apostasia comunitária, da dominação do rebanho, da falsa unção, das falsas profecias, do falso batismo como Espírito Santo, do gigantismo megalomaníaco, dos destroços do gedeltismo, dos mitos etc. E o pior: se alguém imaginava uma imagem do “anticristo” (bíblico) a encontrou na maranata…

    Por fim, se V. conseguir contestar o artigo ficarei grato.

    Sei de algo que quebra o orgulho RELIGIOSO:

    DEUS NADA CONSTRÓI SOBRE ENTULHOS.

    CV.

  12. Cristalina disse:

    eduardo disse:
    27 de março de 2013 às 13:24
    e a historia se repete

    NÃO, a história NÃO SE REPETE.

    LEIA ABAIXO:

    «Depois o procuraram os discípulos de João, e lhe perguntaram: Por que é que nós e os fariseus jejuamos, mas teus discípulos não jejuam? Respondeu-lhes Jesus: Podem, porventura, estar tristes os convidados para o casamento, enquanto o noivo está com eles? Porém dias virão, em que lhes será tirado o noivo, e nesses dias jejuarão. Ninguém põe remendo de pano novo em vestido velho; porque o remendo tira parte do vestido, e fica maior a rotura. Nem se põe vinho novo em odres velhos; de outro modo arrebentam os odres, e derrama-se o vinho, e estragam-se os odres. Mas vinho novo é posto em odres novos, e ambos se conservam.» (Mateus 9:14-17)

    Por que não habitua a ler a PALAVRA DE DEUS ?
    Muito te abrirá os olhos, ouvidos.
    Mudanças acontecerão.

  13. Maria disse:

    “Ovelhas dominadas, encurraladas”.

    Meditando em João 10 O bom pastor é o que entra pela porta, as ovelhas ouvem a sua voz, e chama pelo nome às suas ovelhas e as traz para fora. E, quando tira para fora as suas ovelhas, vai adiante delas e as ovelhas o seguem, porque conhecem sua voz. Mas elas não entenderam o que era que lhes dizia. Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas. Mas o mercenário, e o que não é pastor, de quem não são as ovelhas, vê vir o lobo, deixa as ovelhas e foge; e o lobo arrebata e dispersa as ovelhas”.

    Fomos feridos sim, pelos lobos, e até dispersos… mas Jesus nos conduziu para fora do redil que nos aprisionava e impedia de vivermos o pasto verdejante.

    E m Jesus estamos verdadeiramente livres!

  14. Alandati disse:

    NÃO QUEREM DAR O BRAÇO A TORCER, MAS O CORPO ESTÁ TODO TORCIDO!

    Encontrei ontem um retirante da seita maranata de anos. Ele foi uma daquelas pessoas privilegiadas, que pôde enxergar a realidade do gedeltismo, antes que todos esses escândalos estourassem, e nem se pensava em comentar em possíveis heresias. Aliás, quem assim o fizesse, seria fulminado por tudo e por todos na obra.

    Imaginem, se hoje todos passam por torturas psicológicas das mais variadas, como era há mais de dez anos atrás, que foi quando esse meu amigo saiu? Notem que a Esaurinha estava reinando como a rainha da cocada preta, e ninguém ousava em falar mal da obra àquela época!

    Conversamos sobre muitas coisas, mas uma, em especial, chamou minha atenção: estávamos conversando sobre uma família de nosso conhecimento comum, e cujos membros ainda estariam por lá, mergulhados na seita.

    Ficou evidenciado que quase todas as pessoas, que convivem ao redor desta família que comentamos, inclusive pertencentes à própria família, já teriam aberto os olhos para a falsidade do que é a seita maranata, e só não saiam por causa de uma pessoa importante, uma das pioneiras da obra, emergente da IPB, naquele suposto avivamento anunciado. Detalhe: essa pessoa que encontrei é da IPB atualmente, e confirmou que o fato real sobre a origem da icm é o que está relatado no livro do Dr. Brinco, e tudo que for diferente disso é mentiroso. Uma pessoa importante dentro dessa família, que nunca se rendeu aos “charmes” da Esaurinha falava isso, do surgimento da seita em decorrência de uma dissenção provocada por uma pessoa que conhecemos bem, e para esse amigo, essa sempre foi a verdade.

    Mas, o estarrecedor mesmo foi ouvir do irmão da IPB, retirante há anos da seita, que uma das pessoas da família teria “se vendido” ao sistema. Tivemos que interpelar, temendo uma resposta decepcionante, pois conhecemos a idoneidade de tal pessoa, mas insistimos: como assim “vendido”?

    Obtivemos a seguinte resposta: “quando digo vendido, não me refiro a ter recebido dinheiro, mas estar profundamente envolvido com o sistema, a ponto de, mesmo que esteja enxergando a podridão, relacionada a mentiras, politicagens, acobertamentos, perseguições, suspeitas de delitos graves, não queira dar o braço a torcer”. Ele quis dizer que o varão da maranata não queria reconhecer que possa estar vivendo em um ninho tremendamente sujo.

    O meu espanto foi inevitável! Fiquei boquiaberto!

    Nesse artigo então, vamos comentar as duas posturas diferentes, tomadas por uma família importante para o gedeltismo, cujos membros estiveram presentes na obra durante todos os 45 anos (não completos) de existência da mesma:

    1) “não saio por causa de fulano” – ora, a salvação não é individual? Como assim, perceber que vive entremeado de lama, sujeira, mentira, crimes (em tese), falsidade, heresias, apostasias, politicagem, e permanecer por causa de fulano?!?!? Tem atitude mais covarde que essa?

    A estes, algumas citações:

    “Mas, como fomos aprovados de Deus para que o evangelho nos fosse confiado, assim falamos, não como para agradar aos homens, mas a Deus, que prova os nossos corações.”

    1 Tess. 2:4

    “Para que sejam julgados todos os que não creram na verdade, antes tiveram prazer na iniquidade.”

    2 Tess. 2:12

    2) “não dar o braço a torcer” – Igual ao grupo anterior, perceber que tudo é mentiroso e um erro, mas não pode reconhecer aos outros que está errado?!?!?!

    Pergunto então: vai se correr o risco de ir para o inferno, por causa de fulano, ou beltrano ou ciclano? Ou ainda, por não querer dar o braço a torcer que está errado, vai se correr o risco de perder a benção ou até a Eternidade?!?!?

    Vai entender um devaneio desses!

    Mas, eu fui pesquisar a expressão, que representa o segundo grupo, e exponho abaixo:

    Não “dar o braço a torcer” é insistir numa opinião, não mudar de ideia. A expressão é originária dos tempos das torturas físicas da inquisição.

    Fonte: http://deiakinipel.spaceblog.com.br/141299/As-origens-de-algumas-expressoes/

    Que coisa curiosa! Para não dar o “braço a torcer” aos retirantes, que manifestadamente expõem a realidade da seita, essas pessoas, vinculadas até o (pes)coço no gedeltismo, não enxergam horizonte à frente, e preferem ficar, dando não só o braço, mas todo o resto do corpo a torcer, para o gedelspapa e seus asseclas, dentro da inquisição maranática!

    Veja:

    Mistério além da letra, linguagem do não pensamento e ossinhorrevelô – mentes torcidas;

    Sectarismo e afastamento da família – corações torcidos;

    Obra filho único – visão torcida;

    Entendimento de obra – “cabelos” (conforme alegoria deles) torcidos e embaraçados;

    Falta de fé – vem pelo ouvir a Palavra, mas se ouve um punhado de mentiras – ouvidos torcidos;

    Destilação de ódio e amaldiçoamento – línguas torcidas;

    Meios de graça, no plural e obrigatórios – pés e pernas torcidos, de tanto cansaço;

    Dízimos e ofertas – “bolsos” torcidos, para promoção dos desvios;

    Perseguição – costas torcidas, sendo lenhadas pelos meias-solas;

    Clamor pelo sangue de jesus e outras heresias – Bíblia torcida, rasgada e jogada fora!

    A estes, citamos:

    “E chamando a si a multidão, com os seus discípulos, disse-lhes: Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz, e siga-me. Porque qualquer que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, mas, qualquer que perder a sua vida por amor de mim e do evangelho, esse a salvará.”

    Marcos 8:34-35

    .

    “Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia, Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o Reino de Deus.”

    Efésios 5:1-7

    .

    “Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho. Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte.”

    Apocalipse 21:7-8

    .

    Eu posso chegar a uma conclusão lógica, que muitos ainda remanescentes por lá, podem estar em uma dessas duas posições, guardadas as proporções de permanência na zona de conforto de cada um.

    E você, prefere ter todo o teu corpo torcido, ao invés de dar o braço a torcer, que vive em um lugar extremamente insalubre, um verdadeiro ninho sujo?

    Eu imputo como pertinente você parar um pouco para meditar nisso, antes que seja tarde! Depois, não poderá reclamar com Deus e nem conosco, que não foi devidamente avisado!

    Paz e Graça a todos!

    Alandati.

    Publicado em http://diganaoaseita.wordpress.com/2013/03/31/nao-querem-dar-o-braco-a-torcer-mas-o-corpo-esta-todo-torcido/

  15. Cristão disse:

    Um comentário sobre a “Palavra Revelada”:

    1. A Cabala, vertente mística do Judaísmo, utiliza, como método de interpretação bíblica, quatro níveis. Um deles é o chamado “Sod” que, segundo eles, é o nível misterioso e secreto da mensagem divina. Eles chamam esse nível “Sod” de Palavra Revelada.
    Quem se interessar, em bons livros de Hermenêutica, isso é citado.
    Uma matéria interessante aqui: http://super.abril.com.br/religiao/cabala-misticismo-judaico-revelado-622423.shtml

    2. O método de interpretação alegórico – amplamente utilizado na ICM com ares de superioridade: “Só nós temos a Palavra Revelada” – tem orígem num judeu de Alexandria, chamado Filon (25 a.C – 50 d.C) que pretendia unir o pensamento judaico no Antigo Testamento à filosofia grega. Para tal, criou este método de interpretação baseado em alegorias.
    Algumas informações aqui: http://pt.wikipedia.org/wiki/F%C3%ADlon_de_Alexandria

    No século II foram criadas duas escolas catequéticas que viriam a ser Escolas Teológicas: Uma em Alexandria e outra em Antioquia. A de Antioquia possuia um sistema de interpretação histórico-gramatical, valorizando o que o autor tinha em mente ao escrever o texto, o contexto histórico, etc. A escola de Alexandria utilizava o método criado por Fílon, o alegórico. Este método foi bastante difundido por Orígenes (185 d.C – 253 d.C).

    Em suma, este método de interpretação, o alegórico, tem feito muito mal à Igreja em sua história porque dá liberdade ao leitor de ir ‘além da letra’, onde a sua imaginação puder alcançar, deturpando o sentido histórico-gramatical do texto. É evidente que há inúmeras aplicações morais e espirituais no texto sagrado, quando lemos, p.ex., o salmo 23, é impossível não se identificar com Davi em sua experiência de ser conduzido pelo Sumo Pastor, mas daí a querer achar sentido onde não tem, deturpando a mensagem bíblica, é uma afronta às Escrituras que chegaram até nós com inspiração do Espírito Santo aos profetas e apóstolos, com lágrimas de Jeremias, com as prisões de Paulo e tantos outros que nos deixaram o legado que temos hoje.

    Quando se alegoriza o texto bíblico (“além da letra”, “palavra revelada”, etc), Sansão, p.ex. pode ser tipo dos crentes “caídos” e Dalila pode ser um tipo da igreja “infiel”. Quem lê, entenda.

    O objetivo deste comentário é trazer uma luz sobre esse assunto, com dados históricos, para provar que:

    a) Este método de interpretaçao conhecido como Palavra Revelada e entendimento além da letra, não é novo. É bem antigo e perigoso.

    b) É por este e outros motivos que ouvimos muitas vezes em seminários que a Teologia leva à morte (só se for à morte da ignorância), pois um estudande básico de Hermenêutica e História da Igreja, consegue identificar esses desvios tranquilamente.

    Bom, é isso.

    Fiquem na paz!
    .
    .
    Em http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/01/nao-quero-ler-este-livro/ menciono o momento em que Gedelti fala da “letra morta das Escrituras” e faz apologia ao que denomina de “revelação além da letra.” Exatamente o que ele disse: letra morta das Escrituras, frase que evoca o gnosticismo histórico.

    Neste contexto de construção da heresia, elementos de Cabala e Numerologia podem ser vistos quando Gedelti insiste o número 37, aliás, cabalístico por natureza. Confiram em http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/09/a-obra-construindo-heresias/

    O fio de escarlate não aguentou. O diálogo deixado no artigo mostra algo da confusão paroxística em que chefe religioso está mergulhado http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2013/03/o-fio-de-escarlate-nao-aguentou/

    O leitor prestou atenção ao final desse desfile de vaidades de 10.03.13 na Pç do Papa João Paulo II? Depois do grito do meia-sola “o rei está chegando” Gedelti apresentou-se com a “palavra revelada”… ou seja: nada com nada. Desceu do palanque e mergulhou em sombras e vitupério.

    Que desastre, hein Gedelti!

    CV.

  16. Cristão disse:

    CV, leia o que escreveu Samael Aun Weor a respeito da “letra morta” das Escrituras.
    Pesquise no Google.
    .
    .
    Obrigado

    A literatura de SAW está envolvida em gnosticismo.

    Recomendo MANUAL DE ESCATOLOGIA, de D. Pentecost (permite dowload) onde o autor deixa um excelente capítulo sobre exegese e interpretação (Cap. 4, se não m e falha a memória). Ele lança crítica consistente contra este recurso que Gedelti empregou ao longo de sua carreira de enganação.

    Abraços.

    CV

  17. Cristão disse:

    Bom dia, CV.
    Obrigado pela dica.
    Download em http://pt.scribd.com/doc/8741181/MANUAL-DE-ESCATOLOGIA-J-Dwight-Pentecost
    Páginas 75 e 76.

    Destaco um trecho:
    “É muito importante fazer a distinção […] entre tipo e alegoria, pois na igreja primitiva o método alegórico de interpretação embaçou o verdadeiro significado do Antigo Testamento a tal ponto que era impossível existir uma tipologia legítima. De acordo com esse método o sentido literal e histórico das Escrituras é completamente desprezado, e toda palavra eacontecimento é transformado em um tipo de alegoria, seja para escapar às dificuldades teológicas, seja para sustentar certas visões religiosas estranhas…” (Charles T. F RITSCH, Biblical typology, Bibliotheca Sacra, 104:214, Apr. 1947)

    Muito bom!

    A propósito: estou lendo o livro “O cristianismo através dos séculos – Uma história da igreja cristã” de Earle E. Cairns (Ed. Vida Nova).
    Não sei se você conhece. É excelente! Para entendermos os erros do presente, é preciso conhecer os erros do passado e como a Igreja lidou com esses erros.
    Como já vi que, de vez em quando, você indica livros aos visitantes do Blog, acho que esta é uma dica preciosa.

    Um abraço,
    .
    .
    Bom dia.
    Conheço da 1a. edição e conservo o livro.
    Fonte de estudos.
    Muito bom.
    Paz.
    CV.

  18. Alandati disse:

    VOCÊ TROUXE A CORDA, PROSÉLITO?

    O presente artigo se baseia em um diálogo, via facebook, do nosso irmão Herley Lopes (o Ressuscitado) com uma irmã, ao que tudo indica, paciente (nos dois sentidos) do gedeltismo. A irmã é identificada com as iniciais LC.

    Transcrevo a conversa completa, com alguns ajustes, com a devida vênia do irmão, no sentido de se ter melhor compreensão:

    LC: Irmão, o Pai ensina que devemos orar sempre uns pelos outros, e que devemos nos entristecer se virmos um caído ou passando por alguma crise, o maior e principal mandamento é o amor.

    Herley Lopes: AMAR O PECADO NÃO É AMOR.

    Herley Lopes: o OBJETIVO ou o foco da ordem dada pessoalmente por JESUS foi ide e fazei discípulos, isso consiste em mostrar às pessoas a realidade que vivem e mostrar-lhes JESUS.

    LC: Desculpa querido, mas só tenho percebido da sua parte rancor, mágoa, até ódio mesmo, perseguição total, aquele que não tem pecado que atire a primeira pedra, não quero polemizar, tenho orado sempre por todos. E se alguém estiver fazendo algo de errado, o Senhor no tempo certo irá mostrar e esses não herdarão o reino dos céus, quer tristeza maior? Bjos em você, esposa e filhos.

    Herley Lopes: rancor, mágoa?? então JESUS ERA RANCOROSO?? por mostrar aos judeus que estavam errados??

    Herley Lopes: orar e tomar atitude são coisas diferentes.

    Herley Lopes: orar, estando a pecar não leva ninguém ao céu, mas tomar atitude de viver isso, sim.

    LC: Ore, não critique, bjos.

    Herley Lopes: Isso não é crítica, irmã, se o que eu faço por este meio (facebook) é crítica, então o que a Bíblia faz é muito pior né? (seguindo o teu ponto de vista).

    LC: Como disse não quero polemizar, te amo em Cristo, bjos.

    Herley Lopes: eu apenas exponho a mentira que é essa tal oubra gedeltiana, e como ela está no seu centro tão separada daquilo que é a Palavra de Deus.

    LC: Então ore apenas para que seja tudo feito pela direção do Espírito Santo, há hora de falar e hora de calar.

    Herley Lopes: já imaginaste se os apóstolos somente orassem?? já imaginaste se Jesus tivera dito: ide e orai ao invés de “ide e fazei discípulos”? Acredito que a boa nova não nos tinha chegado até hoje.

    Herley Lopes: SALVAÇÃO É: ATITUDE, MUDANÇA DE VIDA, CONFRONTAÇÃO COM O NOSSO PRESENTE.

    Herley Lopes: ah, outra coisa que talvez não saibas: EU SOU PECADOR, mas já NÃO VIVO no pecado, ou seja o fato de buscar a santidade, conforme a Palavra nos diz, exige MUDANÇA DE ATITUDE. MORNOS, ACOMODADOS são VOMITADOS, por isso TEMOS QUE NOS EXAMINAR se seguimos somente a Palavra de Deus. Por isso, não atiro pedras, mas sim mostro realidade da SEITA I.C.M agora a escolha de te informares, sair do casulo e somente contigo.

    LC: O que despreza ao seu próximo peca, mas o que se compadece dos humildes é bem-aventurado. Provérbios 14:21.

    Herley Lopes: pesquisa, questiona.

    Herley Lopes: ahahhahaha, quem despreza quem??

    Herley Lopes: não sabia que informar tem como significado desprezo!

    Herley Lopes: então porque evangelizas??

    Herley Lopes: então por que dizes ao pecador que precisa de Jesus??

    Herley Lopes: versículos fora de contexto só as SEITAS É QUE UTILIZAM!

    Herley Lopes: continua a ler o capítulo, aí terás mais luz.

    Herley Lopes: compadecer dos humildes, puff, cada uma, ser humilde não quer dizer falta de conhecimento.

    Herley Lopes: agora, a PIOR MIOPIA É DAQUELES QUE TÊM OLHOS, MAS NÃO QUEREM VER A VERDADE, e escondem-se por detrás de uma falsa modéstia.

    Herley Lopes: WAKE UP! ACORDA, PROSÉLITO!

    Enviado por e-mail por Herley Lopes

    COMENTÁRIO DIGA NÃO ÀSEITA:

    O foco do irmão durante todo o diálogo foi a obediência à ordem “ide e fazei discípulos”. Com essa afirmativa, sendo repetida diversas vezes, o irmão nos ensina algo: eu, você e todos os retirantes precisamos obedecer a ordem dada por Jesus, em não nos preocuparmos com nossos umbigos tão somente, mas levantarmos uma bandeira de esclarecimento (não ofensas) sobre a realidade da seita.

    Não somos organizados para tal. Cada um usa o seu espaço, sejam blogs, conversas pessoais, facebook, e-mails, orkut, vídeos no youtube, ou todos ao mesmo tempo, mas enfim, o propósito é evidenciar a verdade, para que não se fique enganado, como ficamos por longos anos. O que cada um vai fazer com a verdade não nos compete.

    O problema é que, para alguns, parece que estamos lançando “pérolas aos porcos”, visto que a impressão é de estarmos atacando as pessoas, e a interlocutora da conversa com o irmão é uma delas. Perceba que os comentários dela, inclusive com citações bíblicas, são todos voltados para os sentimentos presentes em relacionamentos humanos, tais como rancor, mágoa, ódio, perseguição, pecado, enquanto não percebeu que o nosso intento, onde se inclui o do irmão Herley Lopes, é o sistema maligno, falso, pseudo-carismático, da obra quadragenária, e não as atitudes isoladas de quem quer que seja.

    Os apelos do irmão a sua amiga são os de não se acomodar, questionar tudo, seguir o exemplo de Jesus, ter atitude, despertar para a realidade, procurar se informar sobre a verdade, usar como conduta a Palavra de Deus, enfim, eu perguntaria: há alguma coisa errada nisso tudo? Estaria o irmão querendo desvirtuar a sua amiga ou quem estaria vendo suas postagens para a mentira, ou o engano, ou algo falso?

    Perceba outra coisa nos textos da irmã ficante na seita, que é o fato de tudo que ela exigir do irmão, que para os gerentes do negócio, é um caído, ela não enxerga, e não cobra que se tenha como atitude dentro da própria denominação em que está. Inclusive, curiosamente, ela usa o termo caído dentro da sua primeira intervenção, só que não fica claro de quem fala. Veja:

    “Irmão, o Pai ensina que devemos orar sempre uns pelos outros, e que devemos nos entristecer se virmos um caído ou passando por alguma crise, o maior e principal mandamento é o amor.” (quem seria esse suposto caído a que ela se refere?). Se o termo caído se referir a um retirante, será que os da obra estão agindo conforme indicado pela irmã???

    Por último, a tese de estar lançando, para alguns, pérolas ao porcos, confirma-se quando o irmão continua seu discurso sozinho, ao final, e a “formatada” o abandona, talvez por preguiça, ou até mesmo falta de contra-argumentação, não se sabe. Quantos, ao tentarem alertar dos perigos do gedeltismo, levando algum tipo de informação aos amigos e até parentes, recebem a mensagem, da “secretária eletrônica”: FAVOR, SOLICITO QUE RETIRE O MEU NOME DA SUA LISTA DE CONTATOS, E QUE NÃO ME ENVIE MAIS MENSAGENS COM CONTEÚDO CONTRÁRIO À OBRA!

    Basta dizermos a esses: “PEDIDO ATENDIDO! NOME EXCLUÍDO COM SUCESSO!”, e bola pra frente! Eu destacaria que muitos são amigos de anos, e até familiares, às vezes vizinhos, ou colegas de trabalho, cujo convívio não pode ser cerceado de tudo, mas tudo em NOME DA OBRA, não é mesmo?

    Mas que obra maravilhôôôôsa, como diria a Babi!!!

    Por isso que eu digo: você trouxe a corda, prosélito? Hum?

    A C O O O O R R R R R D D A A A A!

    Paz e Graça,

    Alandati.

    PS: alguns vão responder, eu não trouxe a-c-o-r-d-a, mas o fio de escarlata, que no final da maranata! Deus me livre!

    Publicado em http://diganaoaseita.wordpress.com/2013/05/02/voce-trouxe-a-corda-proselito/

  19. Caso que ainda não entendo…
    minha irmã é da ICM…

    Depois que meu pai partiu, ela tomou posse da casa de meu pai que eu reformei e pago as prestações até hoje com muita dificuldade; e não deixa nenhum irmão entrar lá. Mudou fechadura do portão e eu e minha mãe não podemos entrar lá, pra ver as coisinhas de meu pai… saudades…

    Pra vocês entenderem minha mãe e meu pai e minha irmã mora tudo dentro desse terreno cada um na sua parte; e agora eu e minha mãe estamos lutando pra colocar o meu irmão dentro dessa casinha de papai, porque meu irmão foi atropelado, e até hoje ele tem alguns problemas e ele não tem onde morar, por isso , ela além da casa que papai já deu pra ela, quer tomar posse dessa também e diz que mamãe não tem direito nenhum ali e mudou até a fechadura do portão e porque eu fui lá pedir á ela a chave da casa de meu pai… ela foi me denunciou e fui chamada para depor no dia 10 junho e disse que eu estou importunando ela, e que eu estou falando pra todo mundo que ela é bandida….

    Eu tenho Deus, eu não preciso difamar as pessoas, Deus faz justiça pra mim… Então, como pode uma mentira dessa pra querer se sair bem? no certo ela vai querer que eu não coloque os pés lá na casa de papai, porque a intenção dela é maligna, querendo ficar com uma coisa que eu fiz. Por ela, ela deixa mamãe morrer, mamãe ta muito triste com essa situação… a minha irmã ela é muito querida do Pastor dela dessa seita e ele olha pra gente como se ela é quem ta certa.

    Em vez dessa seita ficar ensinando heresias, hipocrisia, autoritarismo, orgulho, falta de amor, porque não ensina que devemos amar e ajudar uns aos outros, ter boas atitudes, honrar pai e mãe? e que tudo que temos não é nosso, Deus vai requerer de cada um as suas atitudes.

    – Senhor, faça justiça na minha vida e na vida de todos os irmãos que aqui foram prejudicados por essa seita.

    PAZ
    .
    .
    Amada,

    procure a DEFENSORIA PÚBLICA imediatamente.

    CV.

  20. Alandati disse:

    OS FILHOS DA MÃE ARRUMARAM UMA MADRASTA MÁ PARA VOCÊ!

    Irmãos,

    Sempre que nos deparamos com datas comemorativas, dessas que não são de cunho religioso-idólatra, lembramo-nos das oportunidades perdidas de estarmos em família nos alegrando, porque estávamos na seita.

    Hoje, dia das mães, tão especial e comemorado em todo país, lembramo-nos da maldade desta seita em nos afastar, isolando-nos desse convívio tão bom dentro da família.

    Quantas vezes, nesta data, nós estávamos no meio da floresta “enquanto seu lobo não vinha”?

    Quanta alienação!

    Qual o problema de comemorarmos esse dia tão especial para aquela que nos deu a luz? Seria este um pecado maior do que as travessuras que se ouve falar dos meias-solas?

    Mas a obra além de todos os absurdos que já tratamos aqui, ela ainda usurpa o lugar das nossas mães. Até esse pecado essa cúpula “banda podre” tem. Eles elevaram esta seita à posição de nossa mãe. “A obra é uma mãe”. Seria melhor se fosse “mão”, aí ficaria “A obra é uma-mão”, e mamão podre mesmo! Não serve para quase nada!

    Hoje, vendo-a por um outro prisma, sabemos que ela não passa de uma madrasta destas, que põe no chinelo as personagens de histórias infantis narradas em desenhos animados por Walt Disney.

    No nosso dia-a-dia, devemos procurar desmistificar este conceito de que toda madrasta é má, porque sabemos que existem as exceções. Mas, sei que é esse conceito “madrasta má” que povoa nossas mentes, porque foi assim que aprendemos nessas histórias, mas no caso da seita maranata, ele cai como uma luva.

    A madrasta “seita maranata” que se diz “mãe”, escraviza seus filhos, explora-lhes e suga-lhes o tempo, o dinheiro, o convívio social e familiar e quando os saqueia, abandona-os e despreza-os.

    É madrasta cruel.

    Portanto, irmãos, queremos deixar um alerta: Não deixe de ficar com suas mães neste dia tão especial para elas.

    – Não vá para o meio da floresta ouvir heresias desses líderes loucos;

    – não vá para EBD ouvir o Gilson Chapellim perguntar: “É possível…?”;

    – não vá ficar com a madrasta deixando sua mãe verdadeira.

    Se puder, compre-lhe um presente, uma rosa, um bombom, mas não a troque por uma atividade inventada pela madrasta, que usurpa o lugar de sua mãe. Amanhã, ela poderá não estar mais aqui nesta vida e a dor do arrependimento será muito grande. Evite este sofrimento.

    Aproveite também para refletir em que esta seita tem sido mãe. Se algum dia ela te socorreu, se levantou no meio da noite pra cuidar de você doente, se te ajudou quando estava desempregado, se te ouviu quando estava sofrendo, se te fez companhia quando estava na solidão, se te perdoou quando pecou, se te protegeu ou defendeu quando em perigo…

    Irmãos, falamos com conhecimento profundo de causa: Esta seita não tem condições morais de tomar o lugar de nossas mães. Não há nada neste mundo que trará de volta o tempo que perdemos e a oportunidade de proporcionarmos momentos felizes ao lado delas.

    A Palavra de Deus nos diz para honrarmos pai e mãe. Portanto, deixar que o lugar dela seja usurpado é desonra.

    Feliz dia das mães para todas as mães.

    A paz do Senhor Jesus.

    Eurípia Inês e Alandati.

    Publicado em http://diganaoaseita.wordpress.com/2013/05/12/os-filhos-da-mae-arrumaram-uma-madrasta-ma-para-voce/

  21. Alandati disse:

    AS SEMENTES DO JUSTO NUNCA SE CONTENTARIAM A MENDIGAR O PÃO!

    Percebemos que muitos icemitas ainda estão usando a justificativa estapafúrdia das “experiências” vividas, dentro da obra, para permanecerem obedecendo o famigerado “entendimento de obra”, tal qual ele sempre foi.

    O proselitismo é algo que corre nas veias sanguíneas do icemita, e é curioso perceber que eles pregam uma coisa, que obra não é apelido da maranata, que respeitam a todos, que não há sectarismo, mas as atitudes demonstram exatamente o contrário.

    Note que, quando um icemita repete, como um papagaio, que não poderá negar as experiências que teve na ICM, era como se ele estivesse garantindo em declarar, parecendo acreditar incontestavelmente nisso, que Deus só poderia agir, e dar “experiências” na ICM. Oportunamente, perguntamos: não pode haver experiências verdadeiras com Deus em outra denominação?

    Falam, aos quatro ventos, que querem obedecer a Deus, mas com essa insistência de não negarem as experiências, como se exclusivas fossem da icm, estariam inconsciente ou até conscientemente, para alguns, afirmando: Eu faço tudo que Deus revelar, desde que Ele o faça na maranata!!! Absurdo!!! Não se serve a Deus, mas a uma placa!

    A pergunta que não quer calar, e extremamente necessária para o momento, é: quais sãos as “experiências” vividas nos últimos tempos, ou como os icemitas gostam de dizer, nesta última hora, dentro da seita maranata?

    .
    .
    Restante em http://diganaoaseita.wordpress.com/2013/06/28/as-sementes-do-justo-nunca-se-contentariam-a-mendigar-o-pao/

    Graça e Paz,

    Alandati.

    PS: Obrigado ao amigo CV, por tudo quem tem feito pelos retirantes, e particularmente pelo incentivo ao nosso trabalho no blog, fazendo-nos sempre parceiros, e jamais concorrentes.
    .
    .
    Amado Alandati,

    Estamos juntos, cooperando para a cura e fortalecimento dos amados irmãos que sofrem o jugo maranático imposto na membresia. E isto criou graves problemas, um deles a acomodação, pois em sua maior parte andam como bêbados sem discernir o que estão fazendo.

    Parabéns pelo texto.

    CV.

  22. Alandati disse:

    NÃO SE CONFORME EM SER UM CRENTE CHUCHU!

    Gedelti formou os crentes chuchu, digo aqueles que são formatados.

    Por que crente chuchu? Pois o chuchu não tem gosto,se colocar sal fica salgado,e se colocar açúcar fica doce.

    Se o gedelti pedir para gritar em praça pública 3 vezes mamamata o crente chuchu repete, é na verdade um alienado.
    .
    .
    Restante de bate-bola entre Pr. Eduardo e Alandati em http://diganaoaseita.wordpress.com/2013/08/15/nao-se-conforme-em-ser-um-crente-chuchu/

    Graça e Paz,

    Alandati.

  23. Alandati disse:

    CUIDADO: O GEDELTISMO TEM AFINADO A VOZ NESTA ÚLTIMA HORA!

    Nós já descrevemos que a obra maranática está toda mudada em http://diganaoaseita.wordpress.com/2013/06/27/a-resposta-e-simples-a-multicoloridade-da-obra/. Vive-se um verdadeiro estelionato de boa-fé alheia nos domínios do gedeltismo.

    Engraçado que muitos foram fisgados pelo canto belo da obra: “não pedimos dinheiro aqui!”, “aqui, o inimigo não entra!”, “essa obra é filho único”, “a solução para os teus problemas você encontra nesta obra!”, “os pastores aqui não são remunerados”, “aqui o homem não aparece”, e tudo isso sob um fundo musical “encantador”, começando um relacionamento desastroso, destoante com a Bíblia.
    .
    .
    .
    Restante, com paródia do comercial da Mastercard, em http://diganaoaseita.wordpress.com/2013/09/21/cuidado-o-gedeltismo-tem-afinado-a-voz-nesta-ultima-hora/

    Graça e Paz,

    Alandati.

Deixe o seu comentário


+ oito = 14